Olhar Agro & Negócios

Domingo, 26 de janeiro de 2020

Notícias / Energia

Copom eleva de 41% para 50,9% projeção de alta na conta de energia

Da Redação - Viviane Petroli

07 Ago 2015 - 08:00

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Copom eleva de 41% para 50,9% projeção de alta na conta de energia
O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, elevou novamente as projeções de aumento da energia elétrica. A perspectiva agora é de uma alta de 50,9%. Em junho haviam sido projetos 41% de incremento na conta. Entre outros itens analisados a gasolina deverá registrar neste ano variação de 9,2% e o gás de cozinha (botijão 13 quilos) 4,6%.

As novas projeções constam na Ata da 192ª Reunião do Copom, realizada nos dias 28 e 29 de julho e publicada nesta quinta-feira, 06 de agosto. Os membros do Copom analisaram a evolução recente da economia, além das perspectivas para a economia nacional e internacional, visando atingir as metas ficadas pelo governo para a inflação.

Leia mais:
Bandeira vermelha permanece em agosto na conta de luz, anuncia Aneel
Bandeira vermelha deverá custar R$ 3 bi com impostos aos consumidores

No que tange a avaliação prospectiva das tendências de inflação, o Copom, revela a ATA, projeta uma variação de 9,2% no preço da gasolina, 4,6% no botijão de gás de cozinha e uma queda de 3% nas tarifas de telefonia fixa para 2015.

A energia elétrica, que a cada conta que chega leva o consumidor a buscar novas formas de economia, tem estimativa de 50,9% de aumento.

Apesar de a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em abril ter aprovado redução de 2,22% na tarifa para baixa tensão em Mato Grosso o consumidor segue tendo impactos elevados na conta. Ainda em abril a ANEEL aprovou reajuste de 26,8% na tarifa de energia elétrica relativos à Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) em Mato Grosso. Além disso, elevou de R$ 3 para R$ 5,50, a cada 100 quilowatts-hora (kWh), o valor da bandeira tarifária vermelha.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Amanda
    07 Ago 2015 às 10:08

    Acho que vou passar a dormir no calor e viver de luz..pq comida nao da mais pra comprar e se ligar um ventilador a luz vem 300 reais... me poupe governo ladrao

  • gisele
    07 Ago 2015 às 09:22

    Como vamos sobreviver a esses aumentos absurdos? O país foi roubado e nós ainda vamos pagar a conta? A corrupção está em todos os setores da economia como se vê noticiado aos quatro ventos e nós que já fomos enganados, roubados agora temos que pagar a conta? Quem vai pensar um pouco no povo que não tem um salário mínimo digno que não tem educação que presta, nem saúde agora não podemos usar a energia elétrica? Até quando vamos viver nesse desmando? 50% de aumento na conta de energia e nosso salário não aumenta nem o percentual da inflação, tudo sobe os salários são achatados e vamos viver como desse jeito?

Sitevip Internet