Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Notícias / Emprego

Mato Grosso teve o pior desempenho de contratações em julho desde 2006

Da Redação - Viviane Petroli

21 Ago 2015 - 16:00

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Mato Grosso teve o pior desempenho de contratações em julho desde 2006
Mato Grosso teve o pior julho em termos de contratações desde 2006. O estado registrou apenas 770 postos gerados no sétimo mês de 2015. O menor pico havia sido até então registrado em 2007 (+1.889 vagas). A indústria de transformação foi a que mais demissões realizou em Mato Grosso levando a se registrar 1.589 demissões a mais que contratações.

As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira, 21 de agosto, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Leia mais:
Fábrica de latas para bebidas abre vagas de trabalho em Cuiabá
Monsanto abre inscrição para programa de estágio em Sorriso

A série histórica para o mês de julho revela 2.770 admissões a mais que demissões em julho de 2006, 5.787 postos gerados em julho de 2008, 4.674 no mês em 2009, 2.916 vagas em 2010, 4.517 postos em 2011, 5.827 no mês em 2012, 4.369 contratações a mais que demissões em 2013 e 3.741 em julho do ano passado.

Na série histórica entre 2003 e 2015 somente julho de 2005 registrou saldo negativo de 1.482 desligamentos a mais que contratações.

Segundo o Caged, a agropecuária foi o setor que mais contratou no sétimo mês de 2015. O saldo positivo foi de 2.934 postos gerados. O setor de serviços vem em seguida com 127 e da construção civil com 81.

A indústria da transformação registrou 1.589 demissões a mais que contratações e o comércio 830 desligamentos.

Ano

Conforme o Caged, em 2015 no acumulado do ano o saldo positivo é de 10.686 postos de trabalho gerados em Mato Grosso. As maiores contratações estão na agropecuária com 7.943 e no setor de serviços com 5.850.

No ano o pior desempenho consta na indústria de transformação com 2.975 postos a menos gerados. Um dos motivos é o fechamento de sete plantas frigoríficas de carne bovina em Mato Grosso.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet