Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Notícias / Pecuária

Baixa oferta de leite eleva preço pago ao produtor em 3,79% no mês de fevereiro

Da Redação - Viviane Petroli

06 Abr 2016 - 16:00

Foto: Alcides Okubo Filho/Embrapa Gado de Leite

A captação diária no segundo mês de 2016 ficou em 1,42 milhão de litros

A captação diária no segundo mês de 2016 ficou em 1,42 milhão de litros

O litro do leite pago ao produtor em fevereiro registrou valorização de 3,79% ficando cotado a R$ 0,85 em média. A justificativa para a elevação do preço em Mato Grosso ao produtor é a queda de 2,61% na oferta da matéria-prima em relação a janeiro.

Em fevereiro o litro ficou em média a R$ 0,85. O montante supera os R$ 0,81 pagos em janeiro e os R$ 0,74 em fevereiro do ano passado.

Leia mais:
Preços atrativos na bovinocultura levam produção de leite recuar em Mato Grosso

As informações constam no Boletim Mensal do Leite, divulgado recentemente pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Conforme o levantamento, a captação diária no segundo mês de 2016 ficou em 1,42 milhão de litros contra 1,46 milhão de janeiro. Em fevereiro do ano passado a captação diária havia ficado em 1,27 milhão de litros.

A alta do preço pago ao produtor veio depois de "cinco meses consecutivos praticamente estagnado", como aponta o Imea.

"A justificativa para a elevação do preço do leite é a redução da oferta nos últimos meses, devido ao aumento no custo de produção e competição com a bovinocultura de corte, limitando assim, os investimentos dos produtores. Com isso, apesar do melhor desempenho da receita neste mês, o cenário ainda continua pouco estimulante ao produtor, que vem de vários meses de margem muito apertada, com aumento de custo e preço ainda em patamares baixos", destaca o Imea.

A perspectiva, segundo o Boletim Mensal do Leite, é que os preços continuem a subir com a conjuntura de oferta restrita.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet