Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Notícias / Indústria

Projeto de habitação de Mato Grosso será avaliado para o Programa Minha Casa, Minha Vida

Da Redação - Viviane Petroli

22 Jun 2016 - 09:32

Foto: site Kit Casa Ecopantanal

Projeto de habitação de Mato Grosso será avaliado para o Programa Minha Casa, Minha Vida
Um projeto que promove a redução nos custos, bem como a rapidez na construção de casas populares com foco na preservação do meio ambiente, foi apresentado por um empresário de Mato Grosso ao Ministro das Cidades, Bruno Araújo. O projeto, denominado de "Kit Casa Ecopantanal" tem como intuito reduzir o déficit habitacional.

O "Kit Casa Ecopantanal" foi apresentado ao ministro das Cidades, Bruno Araújo, na terça-feira, 21 de junho, pelo empresário Eduardo Arruda, proprietário da empresa Ecopantanal, especializada em fabricação de Kit de Casas, com sede em Cuiabá. A reunião com o ministro das Cidades foi acompanhada pelo senador Cidinho Santos (PR).

O projeto é uma nova opção na construção sustentável de casas populares de qualidade e baixo custo.

Leia mais:
Sinop está entre as 10 cidades do interior que mais cresceram no Brasil

O projeto foi criado com o objetivo de reduzir o déficit habitacional. Em 2013, segundo dados recentemente divulgados pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o Brasil tem um déficit habitacional de aproximadamente 5 milhões de moradias. Em Mato Grosso, cerca de 103 mil.

“O projeto Kit Casa Ecopantanal é a nova fórmula na construção de casas populares”, defendeu o empresário Eduardo Arruda.

A viabilidade do projeto no Programa Minha casa, Minha Vida, do governo federal, será avaliada pela Secretaria Nacional de Habitação.

A Ecopantanal fabrica kit de casas populares com custo reduzido e foco no desenvolvimento sustentável. De fácil montagem, o kit contém desde a fundação, alvenaria, cobertura, partes elétrica e hidráulica, bem como acabamento.

“Tudo com qualidade e certificação internacional de sustentabilidade GBC-Brasil. Nosso projeto tem resíduo zero, pois é desenvolvido sem qualquer desperdício de materiais, o que torna possível maior agilidade por menor preço por m2”, explica Eduardo Arruda.

Outra inovação neste mercado é a reforma de moradias consideradas em estado precário, de acordo com o empresário mato-grossense. Com o Kit Módulo de Ambientes é possível adquirir, separadamente, partes da casa, como banheiro, quartos, área de serviços e cozinha. “Essa alternativa melhora, consideravelmente, as condições de moradia do cidadão, tornando mais confortável o seu próprio local de convívio”.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • LUCIANE APARECIDA DA SILVA LEITE
    22 Jun 2016 às 16:24

    Adorei essa ideia .

  • Nilton de Britto
    22 Jun 2016 às 14:45

    Gostei muito da idéia, pois elimina o desperdício, recebe o material completo para a construção, economiza tempo, transporte, etc. Parabéns. Taí uma grande ideia.

Sitevip Internet