Olhar Agro & Negócios

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Indústria

JBS pode interromper abates de bovinos em Colíder por falta de água

Da Redação - Viviane Petroli

20 Ago 2016 - 14:41

Foto: Ilustração

JBS pode interromper abates de bovinos em Colíder por falta de água
O abate de bovinos na unidade fabril da JBS em Colíder pode ser interrompido. A escassez de chuva na região do rio Carapá estaria comprometendo o nível da água nos reservatórios que abastecem o frigorífico. No local são abatidas cerca de 600 cabeças de gado por dia.

Mato Grosso desde 2015 vem sofrendo com os efeitos do fenômeno El Niño com a ausência de chuva. Inúmeros prejuízos são contabilizados. Somente na soja foram 1,1 milhão de toneladas de quebra somando aproximadamente R$ 1 bilhão em prejuízos. Já no milho o recuo na produção, em relação à safra anterior, atinge 7 milhões de toneladas. Na pecuária constata-se retração de 32% nas intenções de confinamento diante, principalmente, o alto custo dos insumos.

Leia mais:
JBS obtém liminar que obriga Indea à emitir Guias de Transporte Animal sob multa de até R$ 150 mil

A JBS confirma, por meio de nota, os problemas enfrentados com o baixo nível da água em seus reservatórios. A multinacional afirma estar tomando providências para evitar que a produção na unidade de Colíder, que conta com 560 colaboradores, seja interrompida.

Em Mato Grosso, a JBS conta com 16 unidades de processamento de carne bovina.

Em 2016, segundo levantamento do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT), 2,803 milhões de cabeças de gado foram abatidas no Estado até julho. A média mensal é de 400,5 mil cabeças. O percentual de abate de fêmeas em 2016 está em 42,78% dos animais levados aos frigoríficos.

Confira nota enviada pela JBS:

“A escassez de chuva na região do rio Carapá está comprometendo o nível da água nos reservatórios que abastecem a unidade de Colíder. A JBS informa que está tomando providências para evitar que a produção na unidade seja interrompida. A unidade de Colíder tem 560 colaboradores e é responsável pelo abate de cerca de 600 cabeças de gado por dia.”

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Mauri
    20 Ago 2016 às 16:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet