Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 16 de julho de 2019

Notícias / Indústria

Empresário da indústria em Mato Grosso segue pouco confiante com a economia

Da Redação - Viviane Petroli

31 Out 2016 - 11:13

Foto: Rafaella Zanol - Gcom/MT

Empresário da indústria em Mato Grosso segue pouco confiante com a economia
O otimismo do empresariado da indústria mato-grossense segue abaixo da linha de 50 pontos. A expectativa dos industriais para os próximos seis meses segue negativa para a economia brasileira apontando apenas 47,9 pontos, contudo quando o assunto é a empresa o saldo é positivo de 53,2 pontos.

Os números são do Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), divulgado pela Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), referente ao mês de outubro.

Leia mais:
Produção industrial em Mato Grosso apresenta queda diante consumo baixo

O Índice mostra que a confiança do empresário industrial em Mato Grosso é de 46,8 pontos em outubro, se comparado com setembro, ficando abaixo da linha divisória de 50 pontos. Apesar da negatividade, que inclusive é 2,2 pontos inferior aos 49 pontos de setembro, ao se comparar com outubro de 2015 há um incremento de 10,2 pontos ante a baixa confiabilidade de 36,6 pontos na época.

Segundo a pesquisa, a confiança às condições atuais da econômica brasileira melhoraram de um ano para o outro saltando de 18,1 pontos para 35,8 pontos, porém ainda seguem baixas. Já no Estado de 24,8 pontos para 36,3 e na empresas de 31,3 pontos para 39 pontos.

Para os próximos seis meses as expectativas são positivas apenas no que diz respeito a própria empresa com 53,2 pontos, enquanto para a economia brasileira é de 47,9 pontos e para o Estado de 49,2 pontos.

Porte e setores segue em baixa

Por porte das empresas houve evolução na confiança de um ano para o outro, mesmo seguindo abaixo da linha dos 50 pontos. Em outubro a cofiança nas empresas de pequeno porte ficou em 43,1 pontos, acima dos 38,1 pontos de outubro de 2015, porém abaixo dos 45 pontos de setembro.

Entre as médias e grandes empresas o salto foi de 35,6 pontos para 48,3 de um ano para o outro, enquanto em setembro apresentou queda em relação aos 50,7 pontos verificados na ocasião.

Entre as atividades a indústria da construção apresentou 41,8 pontos de confiança em outubro, enquanto as indústrias extrativas e de transformação 48,2 pontos.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet