Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 24 de setembro de 2019

Notícias / Agronegócio

China informa Blairo Maggi que avalia 89 estabelecimentos de carne bovina do Brasil

Da Redação - Viviane Petroli

13 Jun 2017 - 15:43

Foto: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/Divulgação

China informa Blairo Maggi que avalia 89 estabelecimentos de carne bovina do Brasil
Oitenta e nove estabelecimentos de carne bovina do Brasil estão sendo avaliados pela China. A informação foi dada pelo próprio país asiático ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que se encontra em missão comercial internacional e que irá participar da reunião de ministros da Agricultura dos países membros dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Durante encontro com representantes do governo chinês, Maggi destacou as oportunidades de investimentos no Brasil.

Leia mais:
Plano Agro+ do Ministério da Agricultura ganha versão estadual no Rio Grande do Norte
 
Maggi está em missão na China, visa à expansão do comércio entre os dois países. Na ocasião o ministro da Agricultura participa de uma reunião entre ministros da Agricultura dos países membros do BRICS.
 
De acordo com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi foi informado pela China, durante reunião com dirigentes da COFCO (estatal de alimentos), que o país está avaliando 89 novos estabelecimentos do Brasil para importação de carne bovina.
 
O chairman da COFCO, Shuianglian Zhao, chegou a declarar que “As carnes do Brasil tem boa qualidade e bom preço”.
 
Durante o encontro com dirigentes da COFCO (estatal de alimentos chinesa), Maggi destacou as oportunidades de investimento no Brasil, que está deixando um período recente de recessão econômica, o respeito a regras contratuais e ao meio ambiente.
 
A China revelou para o ministro Blairo Maggi que têm interesse em conhecer melhor a economia do Brasil, bem como participar de fusões na área bovina, do abate ao processamento.
 
Ainda de acordo com os executivos da estatal, o consumo de carne na China tem crescido e gerado expectativa de negócios.
 
Sanidade
 
Ainda na China, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, reuniu-se com a AQISIQ (equivalente à Secretaria de Defesa Agropecuária). O assunto do encontro foram às possibilidades de ampliar a pauta de comércio de material genético, genético, lácteos, asininos (jumentos), frutas, como melão e pera, dioxina, geleias, miúdos de bovinos e de suínos.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet