Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 17 de julho de 2019

Notícias / Leilões

Mato Grosso tem 587 mil toneladas de milho comercializadas em leilões do governo federal

Da Redação - Viviane Petroli

29 Jun 2017 - 08:05

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Mato Grosso tem 587 mil toneladas de milho comercializadas em leilões do governo federal
Mato Grosso teve 587 mil toneladas de milho comercializadas em mais duas operações de incentivo ao escoamento do cereal. Deste volume, 508,5 mil toneladas foram vendidas por meio de leilão eletrônico do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro), enquanto outras 78,4 mil toneladas via Prêmio para Escoamento (PEP). O certame foi realizado na terça-feira, 27 de junho.

Leia mais:
Geller anuncia apoio de R$ 800 mi para comercialização do milho no Centro-Oeste
 
As informações são da Companhia Nacional do Abastecimento (Conab). Confira aqui o resultado.
 
Através de leilão eletrônico, foram negociadas 508,5 mil toneladas de milho no Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro). O volume representa 50,8% do total ofertado para o certame realizado na terça-feira, 27.
 
Ainda de acordo com a Conab, também foi realizado leilão para oferta de Prêmio para o Escoamento (PEP). Tal operação negociou subvenção para a venda e o escoamento de 78,4 mil toneladas de milho em grãos, o que corresponde a 23,7% do total ofertado.
 
As operações do Pepro e do PEP destinam-se a produtores de municípios  mato-grossense onde o preço está abaixo do mínimo. Hoje, o preço mínimo da saca de 60 quilos de milho em Mato Grosso é de R$ 16,50.
 
Como o Agro Olhar já comentou, em abril o Conselho Interministerial de Estoques Públicos (Ciep), por meio de portarias interministeriais, autorizou leilões de apoio para Mato Grosso. O intuito dos certames é garantir preço ao produtor de milho no estado.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet