Olhar Agro & Negócios

Domingo, 18 de agosto de 2019

Notícias / Agronegócio

Expoagro registra R$ 30 mi em faturamento e aumento de quase 70% do público

Da Redação - André Garcia Santana

24 Jul 2017 - 11:26

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Expoagro registra R$ 30 mi em faturamento e aumento de quase 70% do público
Com aumento de 66% no volume de visitantes em comparação ao último ano, a 53ª Expoagro registrou público de 200 mil pessoas e faturamento de pelo menos R$ 30 milhões ao longo dos 10 dias de festa. O montante repete a marca de 2016, quando uma edição mais discreta e focada no agronegócio foi realizada em decorrência da crise econômica. Os números foram divulgados pelo Sindicato Rural de Cuiabá (SRC), em coletiva de imprensa realizada na manhã desta segunda-feira (24).

Leia mais:
53ª Expoagro pretende bater os R$30 mi de movimentação e 300 mil de público em 2017

Somente com os leilões, nove ao longo de todo o evento, foram contabilizados R$ 12 milhões e um recorde de 1990 animais vendidos. Soma-se a isto a modalidade shopping, com 150 bovinos estimados em R$ 6 mil cada. Em ambos os casos, todos os bichos expostos foram comercializados. O valor total divulgado pela organização agrega ainda a negociação de insumos, que rendeu R$ 15 mi e o comércio de alimentos e bebidas.

“Esse ano tivemos uma diminuição no número de animais vendidos, mas com valor maior, então tivemos uma média melhor que a do ano passado na venda de bovinos. Tivemos o incremento de vendas de máquinas agrícolas, equipamentos e utilitários muito superior. Outro ponto positivo foi a participação das instituições financeiras, que possibilitaram grandes negócios com financiamento de equipamento”, explica o presidente do SRC, Jorge Pires de Miranda.

Mesmo diante das quantias grandiosas, alguns números, de acordo com ele, poderiam ter sido maiores. Ainda assim, embora os números ainda não estejam totalmente fechados, a expectativa é de que a entidade não precise tirar dinheiro do caixa. “Nós queríamos um público maior em alguns show, temos uma área que comporta 35 mil pessoas confortavelmente e trouxemos grandes shows que não tiveram o público esperado. Foram três que surpreenderam e outros três que nos frustraram um pouco.”

Com a retomada do rodeio, palestras e mais de 300 expositores, a feira pretendia bater os R$30 milhões movimentados no último ano, além de atrair cerca 300 mil pessoas. O regate da prova, com as modalidades feminina e masculina, tambores e laço em dupla, no entanto, foipositivamente avaliados pelo SRC, que, neste ano, apostou também no entretenimento. 

Com relação aos ingressos, comercializados entre R$30 e R$80 reais, a depender do dia, o presidente reforça que  objetivo era levar a população para o parque novamente. “Escutamos o clamor da família de trazer essas apresentações que agradassem a vários públicos. Acredito que a formatação de preços fez com que as pessoas pudessem vir pra cá.”

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Tânia
    26 Jul 2017 às 09:51

    Quando a Acrimat e o tal do Sindicato Rural vão para a Lagoa Trevisan? Afinal de contas eles ocupam uma grande área de lazer do povão do porto e imediações. Chegou a hora daquele local! desconfiem autoridades que dizem representantes do povo.

  • Maria
    25 Jul 2017 às 14:36

    Estava completamente vazio o parque de exposições em pleno final de semana com shows excelentes. Isso se chama abuso da Diretoria que quer lucrar com o povo, não bastassem os altos patrocínios... E esse presidente hein...

  • Augusto
    25 Jul 2017 às 13:38

    Eu li 200 mil pessoas "Carlão"

  • carlos
    25 Jul 2017 às 13:27

    Então já que você atende ao clamor da população, gentileza montar uma arena de rodeio de verdade, pois eu como pai de família, tive que ficar segurando minha filha no colo durante todo o rodeio, pois ela também queria ver, da arquibancada mal se podia ver a não ser dos telões, se eu quisesse ver por tela, assistiria em casa. Outra coisa, o preço dos ingressos, muito caro, calcule comigo: 20,00 estacionamento ou transporte público para família 50,00 entrada do pai 50,00 entrada da mãe 50,00 meia entrada de 2 filhos 170,00 sem beber, sem comer e sem brinca no parquinho Tem que entender que se é mais barato, fica mais acessível, se fica mais acessível, vai mais pessoas, se vai mais pessoas, as barracas vendem mais, se as barracas vendem mais, elas podem pagar mais pelo aluguel e para os barraqueiros de plantão, se vocês não conseguem fazer lucro comprando uma garrafa de água a 1,21 e vendendo a 4 ou 5 reais, o problema não é meu. pronto falei!

  • Carlão
    24 Jul 2017 às 12:13

    Precisam trocar de disco, esse está furado. Todos os anos 300 mil pessoas comparecem a Expoagro, que por sinal, todos os anos é a mesma coisa.

Sitevip Internet