Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 22 de julho de 2019

Notícias / Política

Cidinho Santos diz que MT tem como ampliar biocombustível usado no Brasil; até aviação deve ser atendida

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco

14 Ago 2017 - 14:21

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Cidinho Santos crê que vocação de Mato Grosso propicia criar alternativas, em biocombustíveis

Cidinho Santos crê que vocação de Mato Grosso propicia criar alternativas, em biocombustíveis

O formato dos incentivos fiscais, a abundância em matéria prima e a demanda crescente, em diferentes meios de transporte, exigem uma produção cada vez maior de biocombustível e, no médio e longo prazo, o maior potencial de produção está em Mato Grosso. A tese é sustentada pelo senador mato-grossense José Aparecido Cidinho Santos (PR), com base na regulamentação pelo governo Michel Temer (PMDB) da Lei 13.263/2016, que representa o novo Marco Regulatório e amplia o antigo Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB).

Cidinho Santos observou que, em pouco tempo, o programa irá ampliar para toda cadeia produtiva de biocombustível, inclusive bioquerosene destinada para a aviação civil. “Mato Grosso tem alto potencial para a produção de biocombustíveis para aviação. E, por ser o maior produtor de biodiesel, pode ser também um pioneiro na obtenção de bioquerosene para a aviação”, ponderou o senador do Partido da República.
 
Leia mais:
-Usina inaugurada por Temer em Mato Grosso pertence a conselheiro de Donald Trump, segundo colunista

- Michel Temer acata sugestão de Cidinho Santos e FPB e aumenta mistura de biodiesel

O novo Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel tende a ampliar em até 40% o consumo do produto, nos próximos cinco anos, notadamente em frotas de transporte. “Sem dúvida, teremos o aumento do uso de biodisel no transporte coletivo e transporte de cargas. Mato Grosso é essencialmente agrícola. Temos a matéria-prima, que são as oleaginosas, no caso grão de soja. A grande vantagem do biodiesel e a substitução do combustível fóssil, no caso do diesel”, avaliou ele.
 
“Temos que levar em consideração, primeiro, a ocorrência na redução de custo: hoje o litro do biodiesel está na faixa de R$ 2,40 a R$ 2,50; enquanto o óleo diesel custa de R$ 3,50 a R$ 3,80 com o último aumento do PIS/Cofin. O biodeisel é economia para o consumidor. E, segundo, existe a questão ambiental. Vamos produzir energia limpa, com vantagem inquestionável para o meio ambiente”, argumentou Sidinho Santos.
 
O senador do PR de Mato Grosso cita, como terceiro item de importância no auemtno da producação de biocombustível o provável aumento em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
 
“Toda a soja exportada em grãos é desonerada.  Quando se processa aqui o soja, faz o farelo e faz o óleo. Portanto, recolhe ICMS para o Estado. Agrega valor à nossa produção. O farelo se torna ração de aves, suínos e de bovinos em confinamento. E o óleo vira combustível.  Mato Grosso é um Estado de vanguarda, no biocombustível, portanto, vamos avançar após o novo marco regulatório”, complementou Cidinho.
 
No caso da bioquerosene, todavia, para Mato Grosso se destacar no ramo, será preciso antes que o Brasil promova uma articulação entre empresas do setor aeronáutico, de biotecnologia, instituições de pesquisa, governo e integrantes da cadeia de produção de biocombustíveis. Cidinho Santos avaliou que o Brasil ainda terá de superar diversos obstáculos de ordem científica, tecnológica, de produção agrícola e de políticas públicas, entre outras.
 
A viabilidade técnica e financeira e o atual estágio das pesquisas realizadas no Brasil sobre biocombustíveis que possam substituir o querosene em aviões comerciais são temas freqüentes em debates das indústrias de biodiesel de Mato Grosso, empresários da aviação, investidores e entidades governamentais do ramo.
 
 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • to de olho
    14 Ago 2017 às 16:24

    Politicos sao todos iguais mesmo, só pensam para proprio Bolso, esse ai tem uma industria Biodiesel em Nova Marilandia.... espero que nao seja reeleito, ou melhor seja suplente de candidato ne...

  • Gig
    14 Ago 2017 às 15:41

    Pede ao silval pra te ajudar .....

Sitevip Internet