Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Notícias / Agricultura Familiar

Pequenos produtores criticam projeto e tentam viabilizar comércio de produtos de origem animal em todo MT

Da Redação - André Garcia Santana

01 Dez 2017 - 10:10

Foto: Reprodução/Internet

Pequenos produtores criticam projeto e tentam viabilizar comércio de produtos de origem animal em todo MT
Pequenos produtores do interior do Estado tentam viabilizar a comercialização de produtos de origem animal para o todo o território de Mato Grosso.  Atualmente, eles só podem vender para clientes em seus municípios de origem. O assunto esteve na puta de debates de uma audiência pública realizada na Câmara Municipal de Lucas do Rio Verde (320 km de Cuiabá) na terça (28).

Leia mais:
Assentados amargam prejuízos e pedem suspensão de exigências para empréstimo rural em MT

Na ocasião o produtor Anselmo Perin, a exemplo dos demais, atribuiu o problema às exigências do Sistema de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (Susaf), que tratam da inspeção municipal. Diante da situação, uma visita foi agendada para a segunda (4), com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho, para que os agricultores discutam mudanças no projeto.

"Tem um projeto do Susaf parado na Assembleia, e precisa ser aprovado de maneira que beneficie os agricultores familiares, pois estão exigindo que os pequenos produtores atendam as mesmas exigências dos grandes frigoríficos e isso não é possível", defendeu o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Pública (Sinterp-MT), Gilmar Brunetto.

A iniciativa de incentivar o debate com os parlamentares é do Sinterp-MT, Fetagri com participação dos escritórios locais e regionais da Empaer-MT dos municípios de Lucas do Rio Verde, Sinop, Vera e região, sindicatos, cooperativas, entre várias associações.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • INDEANA
    02 Dez 2017 às 00:41

    Aí pronto tá aberto a população o consumo sem a devida fiscalização oficial do INDEA e já nem hospitais temos pra atender quem precisa imaginem por intoxicação alimentar. Cada um no seu quadrado. Vão plantar cebolinha no asfalto. Isso é coisa de secretário de agricultura e presidente de empresa mista com peleguismo pra conseguir votos. Mais um ERRO GROSSEIRO se aprovarem esse SUSAF.

Sitevip Internet