Olhar Agro & Negócios

Domingo, 21 de julho de 2019

Notícias / Agronegócio

Ministro interino da Agricultura alerta para impactos da greve no agro; veja relatório

Da Redação - Vitória Lopes

26 Mai 2018 - 15:56

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto/Reprodução

Ministro interino da Agricultura alerta para impactos da greve no agro; veja relatório
O Ministro interino da Agricultura, Eumar Novacki, alertou o presidente Michel Temer (MDB) na última sexta-feira (25) quanto aos prejuízos da paralisação nacional dos caminhoneiros para o agronegócio, a pedido da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Leia mais:
Batata e laranja acabam e estoque de outros produtos pode esvaziar até segunda-feira


Ricardo Santin, diretor-executivo da ABPA, disse a Novacki que mais de 50 milhões de aves morreram desde o início da paralisação,na segunda-feira (21). Hoje, 1 bilhão esperam nos aviários os insumos parados nos bloqueios.

De acordo com o relatório dos prejuízos, o setor de alimentação animal movimenta R$ 65 bilhões anualmente, sendo mais de R$ 5 bilhões por mês contando apenas com o custo das matérias primas. Ou seja, uma semana sem produção já alcança R$ 1,3 bilhão.

Confira os setores prejudicados, conforme relatório apresentado:

Leite

A Associação Brasileira das Pequenas e Médias Cooperativas e Empresas de Laticínios calculam que, levando em consideração a paralisação desde segunda-feira (21), o prejuízo gire em torno de 400 e 500 milhões de reais acumulados até este sábado (26).

O Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Rio Grande do Sul (Sindilat – RS) estima prejuízo de R$ 10 milhões por dia com a perda da produção estocado nas propriedades. O valor não representa impacto apenas aos produtores e à indústria. A soma deixa de se reverter em poder de compra no varejo do Interior do Estado e em impostos para mais de 90% dos municípios gaúchos.

Já a Viva Lácteos (Associação Brasileira de Laticínios) alerta para a gravidade do impacto econômico para o setor de laticínios proveniente da paralisação dos caminhoneiros no Brasil, iniciada nesta semana. Diante do cenário atual, mais de 51 milhões de litros de leite por dia não estão sendo coletados no país. O impacto financeiro desta paralisação já contabiliza R$ 180 milhões/dia.

Setor frigorífico

O presidente executivo da Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO) relatou que o prejuízo diário no setor de abate de bovinos é de aproximadamente R$ 500 milhões.

Exportação de soja

Os associados da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE) informam que a partir de sábado (26), a exportação de soja em grão e farelo de soja foram canceladas. São 320 mil toneladas por dia, equivalente a R$ 128 milhões que deixarão de ser exportados.

Biodiesel

A Abiove também comunicou que seus associados pararam de produzir biodiesel, porque seus tanques estão cheios devido à greve, já que as distribuidoras não estão enviando caminhões para expedição do produto. A capacidade de produção do combustível chega a 5,5 mil m3/dia.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ZE DAS COUVES
    27 Mai 2018 às 17:14

    ALERTAR AGORA? POR QUE NÃO VIU ISSO ANTES? VÁ CATAR MAMÃO.......

Sitevip Internet