Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Notícias / Logística

Iniciado em 2009, Governo investe meio bilhão para finalização do rodoanel

Da Redação - Vinicius Mendes

15 Ago 2018 - 11:02

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Iniciado em 2009, Governo investe meio bilhão para finalização do rodoanel
A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) retomou o processo licitatório para a conclusão das obras do rodoanel em Cuiabá e Várzea Grande. O processo foi iniciado em 2009 e paralisado em 2014 após o Tribunal de Contas da União (TCU) apontar indícios de ilegalidades processuais e sobrepreço. Por meio de convênio com o Governo Federal serão investidos R$ 498 milhões para finalizar os 52 quilômetros de extensão da obra.As obras devem ser retomadas em 2019.
 
Leia mais:
Governo altera projeto do Rodoanel que terá asfalto de concreto; licitação será em RDC
 
A construção do rodoanel foi iniciada em 2009, durante a gestão de Wilson Santos (PSDB) como prefeito de Cuiabá. A primeira etapa foi entregue e em 2013 um novo projeto, da Agência de Execução de Projetos da Copa de 2014 (Agecopa) foi apresentado, estimando um custo de aproximadamente R$ 858 milhões e seria feito em convênio com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Porém no mesmo ano o Dnit bloqueou o convênio e cancelou a licitação.

Em 2014, após ajustes, o Dnit desbloqueou as contas do convênio e emitiu ordem de serviço para a construção de 11,43 quilômetros. No entanto, o TCU apontou indícios de ilegalidades processuais e sobrepreço no projeto, que foi bloqueado novamente.

A atual gestão então elaborou um projeto, para a finalização dos 52 quilômetros do rodoanel, que devem custar R$ 498 milhões. O secretário Marcelo Duarte, da Sinfra, disse que essa mudança foi importante para a continuação do projeto.

“O novo projeto foi elaborado porque o anterior estava defasado. Com isso apresentamos uma solução mais barata e eficiente. Essa obra vai revolucionar o trânsito na região metropolitana e proporcionar agilidade para veículos de carga que passam por Cuiabá e Várzea Grande”, disse.

A obra liga a região do Trevo do Lagarto, em Várzea Grande, até o Distrito Industrial em Cuiabá, passando pela Estrada da Guia (MT-010), rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), até chegar à BR-364.

O primeiro passo para a licitação é a realização de audiência pública para possibilitar a discussão e manifestação dos interessados. A data, cuja definição foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (14), foi marcada para 12 de setembro. 

O secretário Marcelo Duarte estima que as obras devem ser retomadas em 2019 e, dependendo dos repasses do Governo Federal, devem ser concluídas em quatro anos.

 

12 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • RAFAEL CESAR
    19 Ago 2018 às 14:43

    Vão gastar meio bi porque já não contemplaram o prolongamento da Avenida Do CPA1 é Av dos trabalhadores interligando com vias duplas toda a grande CPA1 ao Rodoanel ai sim teria meu respeito, do jeito que está é uma obra que passa no CPAmas que os moradores da região não vai usufruir em nada

  • jonas Pinheiro
    17 Ago 2018 às 18:54

    Estará pronto igual o VLT, disse ao povo que iria juto com Wilson santos colocar o VLT para funcionar.... HJ ta funcionando.

  • Imposto pago retorno zero
    17 Ago 2018 às 10:54

    Quê mais quantos bilhões de novo?? eles fazem as dívidas para nós pagarmos até quando cade o MP .TCU ??

  • ANA
    17 Ago 2018 às 09:51

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Bacana
    16 Ago 2018 às 15:57

    Antigos projetos, novas eleições! Até quando o povo vai ser Burro??

  • nilton
    16 Ago 2018 às 11:52

    vai ficar pronto com o VLT

  • alexandre
    16 Ago 2018 às 09:06

    porque a obra não terminou em 2009 ?

  • rodrigo
    16 Ago 2018 às 08:04

    Será que vão pagar as empresas que trabalharam entre 2006 e 2009 e estão sem receber ATÉ HOJE????????????

  • Critico
    15 Ago 2018 às 14:30

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Marcos Samaro
    15 Ago 2018 às 14:20

    Desculpem. Meio bilhão????? Estão loucos!!!! É roubo demais. Pouca vergonha desse desgoverno

Sitevip Internet