Olhar Agro & Negócios

Sábado, 15 de junho de 2019

Notícias / Economia

Sicredi libera R$ 126,9 milhões para a agricultura familiar

Da Redação - Patrícia Neves

27 Dez 2018 - 15:11

Sicredi libera R$ 126,9 milhões para  a agricultura familiar
As cooperativas do Sicredi na região Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, liberaram R$ 126,967 milhões para fomentar os negócios da agricultura familiar nos primeiros quatro meses do Plano Safra 2018/2019 (julho a outubro). O montante é 66% maior que o valor liberado no mesmo período da temporada anterior, quando totalizou R$ 76,452 milhões, de acordo com dados da assessoria. A quantidade de contratos teve um salto de 82,1%, ao passar de 1.777 para 3.237 de uma safra para outra.

Os recursos contratados pelos pequenos produtores foram liberados para custeio e investimento, cujos valores foram semelhantes neste ciclo, mas que se comparados ao valor contabilizado na safra 2017/2018 resultam em um crescimento expressivo. No caso do custeio, os agricultores familiares demandaram R$ 63,882 milhões, alta de 22,4% sobre os R$ 52,159 milhões registrados nos primeiros quatro meses da safra passada. Para investir na melhoria da atividade, os produtores demandaram R$ 63,085 milhões de julho a outubro deste ano, contra R$ 24,293 milhões nos mesmos meses de 2017, acréscimo de 159,6%.

Em número de operações, o avanço foi de 4,5% naquelas que envolvem custeio, ao passar de 1.451 para 1.517 de 2017 para 2018. Já a quantidade de contratações para investimento saltou 148%, ao sair de 326 para 810 de um ano para outro. O presidente da Central Sicredi Centro Norte, João Spenthof, afirma que o crescimento nas operações de crédito na atividade rural familiar demonstra a confiança que os pequenos produtores têm na instituição financeira cooperativa, que está sempre ao lado dos produtores quando precisam de recursos para custear a produção ou investir na propriedade. “A agricultura familiar é um público importante para o Sicredi e contribuir com o desenvolvimento e crescimento dessa atividade faz parte da nossa missão, que é proporcionar melhoria na qualidade de vida dos nossos associados”.   

Entre os associados que tomaram crédito para custeio da atividade está o pecuarista Pedro Nicolau Linck, 62, da cidade de Santa Cruz do Xingu. Há mais de 30 anos na atividade, ele compra bezerros logo após o desmame e faz a engorda dos animais até atingirem de 10 a 12 arrobas (150 a 180 kg). Depois revende os animais para confinadores. Em média, entrega 100 cabeças por temporada. “Também pretendo contratar crédito no Sicredi para investir na propriedade. Construir uma cerca nova, piquetes com praça de alimentação e comprar mais animais”, diz ao comentar que possui um total de 400 hectares, sendo que a atividade é desenvolvida em 98 hectares. O próximo passo é atuar na comercialização de créditos de carbono, já que três quartos da propriedade estão preservados.

Já a produtora rural Zenilda Correia Pires, 58, mantém produção de hortaliças em Paragominas (PA) há 34 anos, desde que partiu deCachoeiro de Itapemirim (ES) para o Norte do país. Em um dos 25 hectares que possui planta alface, couve, coentro, cebolinha verde e pepino. Outros três hectares são cultivados com milho, que vendia seco e que agora, com a contratação de crédito no Sicredi, passará a plantar milho verde para fabricação de poupa.

“Contratei R$ 20 mil no Sicredi para comprar uma grade aradora para o plantio do milho. A máquina ajuda também a melhorar o pasto e a horta, que está quase pronta para ser replantada. Está sendo muito útil”. A produtora, que trabalha com o filho e um funcionário, afirma que entrega, em média, 570 maços de alface por mês. De milho verde são entregues 2.400 kg a cada três meses e de milho seco são 15 toneladas por ano. “Comercializo a produção em feiras, numa cooperativa e para merenda escolar”.

Além das hortaliças e do milho, Zenilda mantém a criação de gado leiteiro. Possui 36 vacas, sendo que 16 delas estão produzindo leite e outras 20 estão prenhas. Atualmente, a produção diária é de 50 litros, cujo leite é vendido in natura para padarias da região. “Este ano foi muito bom pra nós. Produzimos bem e os preços remuneraram. Cobriram os custos e deu até para guardar um pouco na poupança”.

O Plano Safra 2018/2019 começou em julho deste ano e vai até junho de 2019. Até lá, as agências do Sicredi estão à disposição dos associados que desejarem contratar crédito rural.

 Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,9 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.600 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros. Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br.  

*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

 O Sicredi Centro Norte, composto pelos estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, tem cerca de 392 mil associados, com 166 agências em 138 municípios.
Sitevip Internet