Olhar Agro & Negócios

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Economia

Setores de serviços e agronegócio puxam saldo positivo na geração de emprego em MT

Da Redação - Thaís Fávaro

01 Ago 2019 - 16:42

Foto: Reprodução internet

Setores de serviços e agronegócio puxam saldo positivo na geração de emprego em MT
Mato Grosso teve um saldo positivo entre admissões e demissão de empregos formais no primeiro semestre deste ano. É o que mostram os dados do cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). De janeiro a junho foram registradas 20.705 vagas em diferentes setores da atividade econômica do Estado como extrativa mineral, indústria de transformação, construção civil, comércio, serviços e agronegócio.
 
Leia mais
Grupo Votorantim abre seleção para contratação de Trainee; salários passam de R$ 6 mil 
 
Neste semestre, o Caged destaca percentualmente que os melhores saldos na evolução do emprego no estado foram registrados nos setores de: "Serviços", com 37,02% (7.666 contratações), "Agronegócio", com 24,86% (5.148 admissões), "Indústria da Transformação", com 16,85% (3.489 admissões) e "Comércio", com 13,73% (2.842 vagas).

Dentro da categoria que teve melhor evolução, os dados mostram que os serviços médicos, odontológicos e veterinários foram o que mais contrataram no período, em seguida, com uma diferença mínima, os Serviços de alojamento, alimentação, reparação, manutenção e redação. Em relação ao setor de indústria da transformação, a Indústria química de produtos farmacêuticos, veterinários e perfumaria tiveram o melhor saldo.

No país, o saldo do mês de junho foi de 48.4 mil vagas. Destacamos que é o melhor resultado desde o mesmo período de 2013, que registrou a abertura de 123.8 mil postos de trabalho. O desemprego no país atingiu o menor nível em comparação com os últimos 3 trimestres, segundo dados do IBGE – PNAD Contínua. Os dados refletem uma melhora na confiança de setores chaves da economia como a indústria na região sul e sudeste, e o agronegócio na região do centro-oeste.

"Apesar da taxa de desemprego no país ainda estar elevada, os números apresentados pelo CAGED indicam que podemos ter um segundo semestre possivelmente melhor, ainda mais com a aprovação da reforma da previdência, da minirreforma do cadastro positivo, de projetos de desburocratização que estão em pauta, dos recursos do FGTS e quem sabe com a criação da pauta da reforma tributária nacional. São fatores que elevam o nível de confiança de investidores no país e da própria população, propiciando uma melhora no mercado de trabalho e consequentemente um avanço nos números da economia", declarou o superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), Fábio Granja.

Para Granja ainda, esse crescimento tende a ser gradativo, pois se trata realmente de um ano de ajustes tanto na esfera federal quanto estadual e isso tem gerado uma oscilação tanto no índice de confiança do empresário quanto dos consumidores.
 
Saldo de Admissões e Demissões em Mato Grosso:

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Chico Bento
    01 Ago 2019 às 17:34

    Aí está, o setor do agronegócio empregado mais que qualquer outro no Mato Grosso. Além disso, o comércio de produtos para a agricultura e pecuária, manutenção e peças para máquinas, comércio de combustíveis e lubrificantes entre outros, são puxados pela agropecuária. É difícil entender?

Sitevip Internet