Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 28 de maio de 2024

Notícias | Agronegócio

agro sustentável

Presidente da Aprosoja critica legislação ambiental: “em nenhum lugar do mundo tem tantas restrições”

Foto: Reprodução

Presidente da Aprosoja critica legislação ambiental: “em nenhum lugar do mundo tem tantas restrições”
O presidente da Associação de Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), Fernando Cadore, criticou a atual legislação ambiental que conduz o agronegócio em Mato Grosso. Segundo ele, em nenhum país do mundo há tantas restrições como no Brasil.


Leia também:
'É uma vergonha dizer que a gente tem o mesmo canal de escoamento de 70 anos atrás', afirma presidente da Aprosoja

“Não vou nem entrar no mérito de ser satisfatório, eu diria que quando você for comparar a legislação ambiental com de outros lugares do mundo, ela é horrível. Em nenhum lugar do mundo tem tantas restrições como temos aqui”, disse em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (1).

Apesar da crítica, Cadore garante que os produtores rurais irão cumprir as legislações. “Quando gente compara com outras legislações, a nossa é péssima, porém a gente vai cumprir as legislações. Nos lugares que o bioma for converter 20%, a gente vai converter 20%, onde não puder, não vai. Obviamente, a gente vai respeitar a legislação vigente”.

Para o presidente, existe uma falha de comunicação que leva uma imagem ruim do Brasil para o resto do mundo. Como exemplo, citou falas de artistas com milhões de seguidores que se posicionam contra o setor, sem ter conhecimento da realidade.  

“Muitas vezes a gente leva a narrativa que a gente encontra. Quando a gente ouve uma artista falando, por exemplo, alguém que não conhece, a pessoa vai falar da parte ruim do Brasil. O brasileiro começa a denegrir o que o Brasil tem de melhor. Por exemplo, quando alguém fala da sustentabilidade em Mato Grosso, como cidadão, não vou me colocar como produtor, eu deveria ter orgulho e falar ‘poxa, eu moro em um estado que é o maior produtor de alimentos no mundo e só usa 13% do território dele’”.

Cadore afirma que a “narrativa falsa e de inverdades” prejudica o país. “Isso é uma luta desigual, por que imagina qual o poder de comunicação que a gente tem? Quando a gente se compara com uma pessoa que tem milhões de seguidores, quem é o produtor falando? Quem representa um presidente de entidade falando? Seria um grão de areia no deserto”, lamentou.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet