Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 17 de setembro de 2019

Notícias / Agronegócio

Servidores do Indea de Mato Grosso paralisam e acampam

Da Redação - Victor Cabral

27 Ago 2012 - 11:44

Foto: Reprodução

Servidores do Indea de Mato Grosso paralisam e acampam
Os servidores do Indea-MT, Intermat, Sedraf e Empaer paralisam as atividades e acampam em frente a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf), no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, nesta segunda-feira (27).

A previsão é que os servidores só voltem ao trabalho na próxima quarta (29). A intenção é pressionar o governador Silval Barbosa (PMDB) a promover investimentos no setor agropecuário. Eles afirmam que não contam condições mínimas para o exercício de suas atividades.

Entre as reivindicações está o pedido de melhor orçamento para a Sedraf, o fim do núcleo sistêmico, a implantação da Lei 486/2011, que mudou a personalidade jurídica da Empaer.

Os servidores também pretendem agilizar a liberação dos recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), projeto 2008, no valor de R$ 7 milhões para custeio e investimento na Empaer, iniciar a construção da nova sede da Empaer, no valor de R$ 5,5 milhões, com recursos do MDA, já liberados há mais de dois anos, convocar imediatamente os aprovados do concurso do Indea e Sedraf e estruturar as unidades locais do Indea e Empaer nos municípios.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Justino Diaz.
    27 Ago 2012 às 16:13

    É uma paralisação muito justa,pois é por melhores condições de trabalhos,o prédio onde funciona hoje o Sedraf esta condenado,corre sério risco de incendio,esta todo sucateado,a Empaer,não consegue construir sua sede própria por falta do aval do governo,tem o recurso assegurado mas não se constroi,sem contar que a Empresa tem carencia de mais de 600 funcionários,juntamente com o Indea,Intermat. Antes vimos greve por reajuste de salarios, hoje vemos por melhores condições de trabalhos,fato inédito

Sitevip Internet