Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias / Cooperativismo

Professora vê vida ser transformada por projeto Japuíra do Instituto Mato-grossense do Algodão

Da Redação - Rodrigo Maciel Meloni

17 Abr 2013 - 16:42

Foto: Reprodução - Ilustração

Professora vê vida ser transformada por projeto Japuíra do Instituto Mato-grossense do Algodão
O Projeto Japuíra do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) tem transformado a vida de pessoas como a da professora Azenir Gonçalves da Silva, 52 anos. A ação propicia à educadora um novo aprendizado. “Gosto de costurar desde criança e quando estou aqui eu me esqueço do resto do mundo. Sinto que se eu me dedicar, vou sair daqui com outra profissão”, comenta Azenir, que pretende montar uma micro empresa para a confecção de roupas quando se aposentar e ve no projeto uma chance real de mudar de vida.

Servidores recebem capacitação sobre o Plano Diretor de Cuiabá
Gestores do Senar-MT participam de capacitação do Programa Leite Legal

Os cursos para treinamento e formação de mão de obra, como os do Japuíra, são realizados pelo IMAmt com recursos do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

De acordo com a assessoria do instituto, desde a sua criação (em 2004) o projeto já atendeu mais de 3 mil pessoas em 26 municípios mato-grossenses. Segundo o coordenador do Japuíra, Osmar Rodrigues, mais dois cursos estão programados para iniciar este mês, sendo um em parceria com a Prefeitura de Sapezal (no Oeste mato-grossense) e o outro em parceria com a Prefeitura de Jangada (na baixada cuiabana).

Nessas parcerias, o Japuíra fornece as máquinas de costura industriais e o material inicial (tecidos, linhas, etc), além de instrutoras com domínio de uma metodologia que já é referência em Mato Grosso. A entidade parceira fica responsável por disponibilizar o local e a infraestrutura básica para a realização do treinamento.

Projeto Japuíra

O projeto é oferecido no bairro CPA 4 e conta com 14 alunas. Ocorre na sede da Sociedade Beneficente Evangélica (SBE) desde o dia 25 de março passado e é o segundo fruto da parceria entre a entidade. No primeiro, realizado no início do ano, um grupo de mulheres da comunidade aprendeu a trabalhar com malha, fazendo camisetas.

Desta vez, o foco do treinamento é a confecção de saias de brim (jeans). Para isso, as alunas estão aprendendo a operar vários tipos de máquinas industriais: overlock, interlock, pespontadeira, travete e reta, entre outras.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • genaura bandeira
    15 Nov 2013 às 21:06

    fico feliz em ver o crecimento do projeto ja fui uma das instrutora mi arrependo muito de ter deixado o meu lugar mais fico feliz pelo crencimento gbm ricife

Sitevip Internet