Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Notícias / Agronegócio

Milho disponível em MT não é suficiente nem com superssafra

Os produtores de suínos de Mato Grosso têm reclamado muito do alto custo da ração, que tem como matriz alimentar o milho e a soja, ambos com preços elevados atualmente, por causa dos baixos estoques mundiais.

De Sinop - Alexandre Alves

29 Ago 2012 - 16:40

Foto: Reprodução

Milho disponível em MT não é suficiente nem com superssafra
Mato Grosso tem 1.9 milhão de tonelada de milho disponível para abastecer o mercado interno nos próximos meses, informa o boletim semanal do milho, divulgado pelo Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea).

O volume não é suficiente para atender a demanda das fábricas de rações no Estado. A estimativa é que a produção suína e bovina necessite consumir 2.4 milhões de toneladas de milho.

Estradeiro vai avaliar vias de escoamento de produção milho e soja em três estados
Mato Grosso registra novo recorde da produção de milho e sobe o patamar

O Estado colheu 15.6 milhões de toneladas na segunda-safra 2011/12 e cerca de 88,2% já foram vendidos, o que corresponde a 13,7 milhões de t. O destino de grande parte é o mercado exterior. Somente no mês de julho foram exportadas 869 mil toneladas, exportação mensal recorde para o Estado, que gerou R$ 214,4 bilhões em Mato Grosso, sobre o valor de R$ 30,05 pagos por cada saca em Paranaguá.

“As tradings estão com os estoques abastecidos e dão prioridade ao cumprimento dos contratos de exportação. É esperado que as exportações do mês de agosto, com o encerramento da colheita em todo o Estado, sejam as maiores do ano. Os preços tiveram leves altas no mercado disponível, apesar do esfriamento dos negócios na maior parte de Mato Grosso”, pontua o boletim.

Os produtores de suínos de Mato Grosso têm reclamado muito do alto custo da ração, que tem como matriz alimentar o milho e a soja, ambos com preços elevados atualmente, por causa dos baixos estoques mundiais.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet