Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias / Cooperativismo

Crédito do Pronaf melhora a vida de assentado mineiro

Assessoria de Comunicação Incra/MG

26 Abr 2013 - 11:40

"Depois que eu tive acesso ao Pronaf a minha vida no assentamento melhorou muito". São depoimentos como este, do trabalhador rural José Antônio dos Santos do assentamento Nova Cachoeirinha, em Prata (MG), que demonstram a importância do acesso ao Programa Nacional de Fomento à Agricultura Familiar (Pronaf) para a qualidade de vida nos projetos de reforma agrária do Incra/MG.

Com os R$20 mil do crédito oferecido em 2011, o produtor adquiriu dez vacas leiteiras, montou um silo, uma capineira, além de um terraço para correção do solo. O silo e a capineira servem para armazenar o milho e a cana-de-açúcar, plantadas por ele, para alimentação do gado.

Hoje, ele produz 40 litros diários de leite que vende a cerca de R$0,80 para uma cooperativa do município. “Consigo tirar uma renda de R$700, mas espero dobrar este valor em pouco tempo”, planeja Santos. Além da renda, ele e sua esposa criam porcos, galinha caipira e plantam mandioca e hortaliças que suprem o consumo diário.

De acordo com o assentado, a assistência técnica oferecida junto ao crédito foi essencial para a qualidade da produção do leite. “Nós apostamos em qualidade antes da quantidade. A assistência técnica prestada pela Agrolago está de parabéns, com o projeto feito para o meu lote tenho conseguido realizar um sonho e ficado muito feliz”, comemora. A empresa citada é contratada pelo Incra/MG para orientar cerca de mil famílias assentadas em 13 assentamentos no triângulo mineiro.

Nos três primeiro meses deste ano, o Incra/MG autorizou a concessão de R$4,9 milhões em créditos do Pronaf para assentados do estado. Foi a maior quantidade de recursos liberados no primeiro trimestre dos últimos 13 anos.

“Agora vou comprar um freezer para a minha casa no assentamento, assim posso armazenar pernil, frango e até mandioca para consumir depois. Espero que vendo minha produção, mesmo sem enricar, outros assentados se estimulem para tirarem melhor proveito da terra”, deseja.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet