Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Notícias / Geral

Técnicos de Mato Grosso participam de capacitação continuada sobre apicultura em Cuiabá

O objetivo é o de capacitar, de maneira contínua, técnicos e extensionistas para que possam melhor assistir os produtores do estado e contribuir para a implementação de novas tecnologias no campo.

Gabriel Faria - Embrapa Agrossilvipastoril

17 Out 2012 - 08:57

Começou nesta terça-feira, dia 16, e vai até quinta-feira, o primeiro módulo de Capacitação Continuada de Técnicos da Cadeia Produtiva da Apicultura em Mato Grosso. O curso é promovido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) e parceiros e ocorre no Auditório do Senar, em Cuiabá.

O objetivo é o de capacitar, de maneira contínua, técnicos e extensionistas para que possam melhor assistir os produtores do estado e contribuir para a implementação de novas tecnologias no campo. Com isso, espera-se aumentar a produção de mel em Mato Grosso. Participam da capacitação profissionais da Empaer, de prefeituras, cooperativas e associações e do Senar.

De acordo com o coordenador da capacitação e fiscal do Indea, Jefferson Banderó, este primeiro módulo, assim como foi o módulo introdutório, realizado em agosto em Sinop, buscará nivelar o grupo com informações básicas sobre a apicultura.

No primeiro dia haverá três palestras. A primeira sobre manipulação do mel, com Milton Antônio da Silva, da Empaer de Mirassol D’Oeste, a segunda sobre as propriedades e usos do Própolis, com o professor da UFMT, Cassiano Spaziani Pereira, e a terceira com José Catarino Mendes, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar.

No segundo dia da capacitação, dois outros temas fazem parte da programação: Alimentação de Enxames, apresentada por Jefferson Banderó (Indea/Embrapa) e Troca de Rainha, com o presidente da Coapisnorte, Sérgio Celmer.

Na quinta-feira, último dia do curso, serão realizadas duas aulas práticas em apiários locais, onde os instrutores reforçarão o conteúdo visto em teoria.

Além da aprendizagem nos módulos da capacitação, os técnicos participantes deverão implantar uma Unidade de Referência Tecnológica (URT) nos municípios em que atuam. Por meio destas URTs, eles poderão aplicar os conhecimentos adquiridos e transferir a tecnologia para colegas e outros produtores locais.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet