Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Notícias / Economia

US$ 9,317 bilhões

Mato Grosso tem o maior superávit do Centro-Oeste no acumulado do ano

Mais uma vez os números foram puxados pelas exportações estaduais, que atingiram neste acumulado US$ 10,394 bi, principalmente por causa dos produtos do agronegócio estadual, aumento de 26,7% frente ao período de 2011.

Dantielle Gomes - Folha do Estado

17 Out 2012 - 08:20

Mato Grosso registrou o maior superávit da balança comercial na região Centro-Oeste, no acumulado entre janeiro a setembro deste ano. O saldo positivo do período foi de US$ 9,317 bilhões. Comparado ao mesmo período de 2011, quando a sobra foi de US$ 7,020 bi, o montante é 32,7% maior.

Mais uma vez os números foram puxados pelas exportações estaduais, que atingiram neste acumulado US$ 10,394 bi, principalmente por causa dos produtos do agronegócio estadual, aumento de 26,7% frente ao período de 2011.

Goiás registrou o segundo melhor resultado no ano, alcançando US$ 5,359 bilhões, 24,47% superior ao de 2011, quando as exportações tinham alcançado US$ 4,305 bilhões. Já Mato Grosso do Sul apresentou alta de 2,36%, passando de US$ 2,986 bilhões para US$ 3,056 bilhões em 2012.

Nas importações, Mato Grosso registrou queda de 8,9% na receita do acumulado deste ano (US$ 1.076 bi) ante 2011 (US$ 1,181 bi). Os dados são do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgados ontem.

O saldo da balança comercial registrado de janeiro até o nono mês de 2012 pelo Estado representa cerca de 96,8% do superávit da balança comercial da região Centro-Oeste (US$ 9,618 bi). No acumulado, os produtos que tiveram maior representatividade nas exportações de Mato Grosso foram, respectivamente: complexo soja, complexo milho e algodão. Estes três grupos representam 96% de todo valor exportado pelo Estado no acumulado.

Conforme a analista de mercado do Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), Gemelli Lyra, o bom momento que a soja e o milho vivenciaram nessa safra, estimulados pelo clima, foi o que mais contribuiu para o destaque estadual. “Tivemos safras recordes, aliadas a um bom clima”, explicou.

No mês de setembro, o Estado também somou o melhor superávit da região, US$ 885,915 milhões. Porém, o valor chega a ser 10,5% menor que o registrado em setembro de 2011 (US$ 989,9). O cenário é resultado da queda de quase 5% nas exportações durante o mês passado. Em setembro os embarques para o exterior foram US$ 1,019 bi, frente US$ 1,066 bi em setembro de 2011.

Destinos- A China continua a ser o principal destino das embarcações estaduais. O país aumentou sua participação de 34% para 38% nestes primeiros nove meses de 2012, gerando uma receita de US$ 3,99 bilhões. Em segundo lugar está a Holanda, que mesmo com crescimento de 12,2% no total da receita, US$ 831 milhões frente a US$ 740 milhões em igual período do ano passado.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet