Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 22 de junho de 2021

Notícias / Geral

MAIS À FRENTE

Atraso no plantio do trigo na região Sul do Brasil pode encarecer o preço do pão

Da Redação - Viviane Petroli

17 Jun 2014 - 08:00

Foto: Reprodução

Atraso no plantio do trigo na região Sul do Brasil pode encarecer o preço do pão
A alta umidade no solo está impedindo um avanço no plantio do trigo no Rio Grande do Sul, o que pode levar ao atraso na semeadura e consequentemente uma queda na produtividade. Tais pontos podem mais a frente provocar um aumento no preço da farinha de trigo, impactando no valor pago pelo pão e demais derivados do trigo. Hoje, é possível ver o quilo do pão francês em média de R$ 9,90 em Cuiabá.

De acordo com o Informativo Conjuntural da Emater/RS-Ascar, divulgado no dia 12 de junho, o plantio de trigo no Rio Grande do Sul está 17% atrasado em comparação a média observada nos últimos cinco anos. Este atraso é considerado preocupante pelos produtores gaúchos, uma vez que haverá o encurtamento da janela ideal de plantio recomendada pelo zoneamento agrícola.

Leia também
Valorização do litro do leite ao produtor impacta no bolso do consumidor
Produtividade cai 5% em relação a levantamento do ano passado em MT; produção e área crescem

O trigo é considerado uma cultura de inverno. Seu plantio, conforme a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), começa em abril e segue até junho, estendendo até julho como é o caso do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. A exceção de início de plantio que se inicia em fevereiro é em Minas Gerais. Já a colheita vai de julho a dezembro.

A previsão da Conab é uma produção de 7,373 milhões de toneladas de trigo na safra 2013/2014, um volume 33,4% maior que as 5,527 milhões de toneladas colhidas na safra passada. Deste montante 7,027 milhões de toneladas são provenientes da região Sul.

O líder em produção nacional de trigo é o Paraná com 3,824 milhões de toneladas, volume 107,6% maior que os 1,842 milhões de toneladas da safra 2012/2013.

O Rio Grande do Sul é o segundo maior produtor de trigo com 2,978 milhões de toneladas.

Pão

Em 2013 o preço do quilo do pão chegou a apresentar alta de 30% em algumas padarias e supermercados em Cuiabá, em decorrência a falta de trigo no mercado brasileiro e as restrições da Argentina para envio.

Hoje, cerca de 60% da farinha utilizada em padarias e supermercados de Cuiabá e Mato Grosso são provenientes da Argentina.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet