Olhar Agro & Negócios

Domingo, 19 de maio de 2019

Notícias / Logística

Caminhoneiros não descartam ida para Brasília; BR-364 e MT-358 voltam a ser bloqueadas

Da Redação - Viviane Petroli

14 Fev 2015 - 11:05

Foto: Do Internauta

Caminhoneiros não descartam ida para Brasília; BR-364 e MT-358 voltam a ser bloqueadas
Os caminhoneiros voltaram a realizar bloqueios na BR-364 em Campo Novo dos Parecis e na MT-358 em Tangará da Serra neste sábado (14). A categoria revela que não descarta ir para Brasília (DF) caso as autoridades do Estado e Federal não ouçam a realidade dos motoristas profissionais e sugestões de soluções. Em Campo Novo dos Parecis motoristas chegaram a derramar soja como forma de protesto como na foto acima.

As principais reivindicações dos motoristas é o aumento abusivo do preço do óleo diesel, que corresponde a aproximadamente 65% a 70% do valor do frete, além de melhorias como pontos de parada de descanso, incentivos para os autônomos, entre outras.

Leia mais:
Caminhoneiros em Mato Grosso manifestam contra aumento do diesel; atualizada
Taques manda acelerar restauração de rodovias de região produtora em Mato Grosso

Em Tangará da Serra o manifesto chegou a ser dissolvido após alguns motoristas revoltarem-se após um caminhoneiro tentar furar o bloqueio. Na ocasião o veículo chegou a ser apedrejado. Segundo relatos do manifesto em Campo Novo dos Parecis, alguns motoristas chegaram a derramar soja em forma de protesto.

Conforme o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros de Tangará da Serra, Edgar Laurini, os caminhoneiros voltaram a cruzar os braços na manhã deste sábado. “Os caminhoneiros que desejarem dar meia volta e retornarem de onde vieram podem. Só não estamos permitindo que sigam viagem. Estamos parando apenas caminhões carregados com grãos”. Questionado sobre o transporte de grãos das lavouras para os armazéns Laurini relata que este tipo de movimentação está permitida. “Só não pode deixar a cidade”.

Em Tangará da Serra na quarta-feira (11) chegou-se a ter cerca de 3 mil pessoas participando da paralisação entre motoristas e empresários, relata presidente do Sindicato dos Caminhoneiros do município.

“Queremos que as autoridades se sentem conosco para ver a realidade a qual vivemos. Caso não venham até nós, não descartamos ir à Brasília apresentar nossas reivindicações e sugestões”, pontuou Edgar Laurini.

8 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ricardo
    15 Fev 2015 às 19:43

    Vocês motoristas são as classes mais forte, pois perante a situação o Brasil que esta quebrado e o mt como um dos estados em primeiro lugar de produção, tem que ir a luta, apesar de Blario ser do pt, que ficou rico no mt, devemos ser independente, pt acabou com país, e junto mt, vamos a luta, estamos junto.

  • DEDE
    15 Fev 2015 às 18:53

    E JOAO SE ELES SOUBESEM A FORSA SO PRESISARIAM PARA UMA SEMANA AI ESTE GOVERNO CORUPTO E IMORAL IA SE MECHE

  • Ondino Lima Neto
    15 Fev 2015 às 13:44

    Lugar de manifestação contra o governo federal é em Brasília, e resto só causa transtorno sem repercussão alguma.

  • Ronair Alves de Oliveira
    15 Fev 2015 às 09:14

    Parabéns pela iniciativa de se fazer alguma coisa para chamar atenção dos politicos para as reivindicações da classe. Sairam na dianteira se quisermos mudar alguma coisa com essa politica que aí está temos que sairmos as ruas.

  • joaoderondonopolis
    14 Fev 2015 às 20:40

    Esta classe está com tudo nas mãos, se resolverem parar o país eles conseguem. Faço apelos que vocês resolvam e vão para Brasília e São Paulo. Seus pedidos serão aceitos na primeira paralisação.

  • MARIA
    14 Fev 2015 às 18:05

    Vivemos da malha rodoviária, tem que ouvir os caminhoneiros!

  • JOAO DO PEDEGRAL
    14 Fev 2015 às 17:00

    CONHEÇO BEM ESSA CLASSE, SE TIVESSE UNIÃO PARARIA O BRASIL, INFELIZMENTE SÃO DESUNIDA E QUANDO QUER FAZER UMA MANIFESTAÇÃO JUSTA TERMINA EM DESORDE, NÃO SABE O PODER QUE TEM E SO ESPERAR PRA VER.

  • Urbano
    14 Fev 2015 às 12:18

    MANIFESTAÇÃO MAIS QUE JUSTA, ESSA CLASSE É QUEM ESTÁ SOFRENDO MAIS COM ESSE AROCHO DESSE DESGOVERNO...SEM CAMINHÃO O BRASIL PARA.....VEREMOS...

Sitevip Internet