Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 05 de agosto de 2020

Notícias / Agricultura

Chuvas podem proporcionar desenvolvimento de soja guaxa; Há cerca de três dias chove em MT

Da Redação - Viviane Petroli

25 Jul 2014 - 08:30

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Chuvas podem proporcionar desenvolvimento de soja guaxa; Há cerca de três dias chove em MT
Há cerca de três dias chove em Mato Grosso, o que é considerado anormal para esta época do ano, tendo-se em vista que o inverno mato-grossense é de seca. Diante disso, é preciso redobrar os cuidados com o desenvolvimento de plantas guaxas da soja. A eliminação de plantas da oleaginosa que nascem involuntariamente auxiliam no controle de pragas e doenças, como é o caso da ferrugem asiática.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a chuva permanece em Mato Grosso nesta sexta-feira (25), onde a mínima fica deverá ficar em 13ºC. No sábado (26) e no domingo (27) não chove e a mínima fica em 12ºC. A chuva deverá voltar na segunda-feira (28) e a mínima cai para 11ºC.

Leia também
Setor produtivo quer evitar aprovação do acesso a patrimônio genético durante período eleitoral
China lidera com 44,33% das exportações de MT; Soja é principal produto

Em Cuiabá, segundo o Clima Tempo, pode chover no domingo. A mínima na Capital fica na casa dos 15ºC durante o fim de semana.

As chuvas além de possibilitarem o crescimento do desenvolvimento da soja guaxa atrapalham a colheita do milho neste momento. A colheita já ultrapassou os 50% da área de mais de 3 milhões de hectares destinada ao cereal. “A chuva deixa o ambiente ainda mais propício para o nascimento de plantas voluntárias, que podem ser ponte verde para a ferrugem asiática”, salienta o diretor técnico da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Luiz Nery Ribas.

Nery Ribas alerta para a necessidade da eliminação de soja guaxa durante este vazio sanitário da oleaginosa, que segue até o dia 15 de setembro. “Os produtores estão fazendo seu papel, o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) está fiscalizando e notificando, e agora precisamos que o poder público municipal também aja”.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Fernanda
    25 Jul 2014 às 08:46

    No período chuvoso, este ano, não choveu. As alterações climáticas são causadas justamente pelas intervenções destes produtores rurais, agora vem reclamar da chuva!!!Felizmente, tá chovendo agora, pra não sofrermos tanto com a umidade baixa do ar!!!

Sitevip Internet