Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias / Agronegócio

Com queda de 5% nos embarques, Rondonópolis se mantém entre os 30 maiores do país

Da Redação - Viviane Petroli

10 Jun 2015 - 15:00

Foto: Ilustração

Com queda de 5% nos embarques, Rondonópolis se mantém entre os 30 maiores do país
Mesmo com uma queda de 5,01% nas negociações de exportação, Rondonópolis manteve-se entre os 30 maiores municípios exportadores do Brasil. A principal cidade da região Sul de Mato Grosso é a porta de saída de matéria-prima para os portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR). Sorriso e Nova Mutum, no Médio-norte mato-grossense, ficaram em 37º e 54º lugar respectivamente, enquanto Cuiabá em 62º.

Rumo ALL abre vagas para Terminal de Rondonópolis; são 8 oportunidades

As informações são da Balança Comercial Brasileira por Municípios, divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), por meio da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Entre janeiro e maio Rondonópolis embarcou US$ 485,5 milhões, montante inferior aos US$ 511,1 milhões registrados em 2014 no período. Os envios de soja em grão recuaram 46,95%, tendo apenas US$ 72,4 milhões negociados. Em contrapartida, os envios de algodão subiram 121,57%, alcançando o volume de US$ 52,8 milhões.

Sorriso, maior produtor de soja e milho do Estado e do país, teve retração de 39,24% nas negociações de exportação. A queda foi de US$ 754,8 milhões de 2014 para US$ 458,6 milhões em 2015. Apenas a soja em grão apresentou 46,66% de queda e o milho 8,56%.

Nova Mutum apresentou retração de US$ 455,4 milhões para US$ 310,9 milhões de um ano para outro. Cuiabá, que ficou em 62º lugar, caiu de US$ 399,1 milhões para US$ 267,7 milhões.

Primavera do Leste ocupa a 67ª colocação com US$ 248,3 milhões, montante superior aos US$ 197,8 de 2014. Já Sinop que ficou em 77º lugar apresentou queda de US$ 268,8 milhões para US$ 228 milhões.

No ranking nacional dos 100 maiores municípios exportadores do Brasil ainda estão Diamantino em 82º com US$ 205,1 milhões, Sapezal em 84ª com US$ 200,9 milhões, Querência em 96º com 174,3 milhões e Lucas do Rio Verde em 97º com US$ 170,03 milhões.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet