Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Geral

Comissão do Congresso aprova elevação para 27,5% na mistura de etanol à gasolina

De Brasília - Vinícius Tavares

15 Mai 2014 - 15:50

Foto: Reprodução

Setor produtivo defende mistura maior de etanol a gasolina para superar crise

Setor produtivo defende mistura maior de etanol a gasolina para superar crise

A comissão mista do Congresso Nacional aprovou nesta quarta-feira (14) a elevação para 27,5% do limite máximo do percentual de etanol anidro que pode ser misturado à gasolina. A aprovação foi um primeiro passo para mudar a lei que poderia beneficiar especialmente as usinas de cana.

De acordo com a Única (União da Indústria da Cana de Açúcar), a elevação da mistura garantiria uma demanda adicional para a indústria de etanol.

Leia também
Estudo diz que etanol compensa se custar até 80% do valor da gasolina
FPA mobiliza cadeia produtiva para apoiar aumento de etanol na gasolina de 25% para 27,5%

A mudança também aliviaria a necessidade de importação de gasolina pela Petrobras, que tem comprado combustíveis no exterior para atender ao mercado interno, complementando sua produção.

"Tanto o consumidor quanto as economias são beneficiados", disse a presidente-executiva da Única, Elizabeth Farina.

Atualmente, a mistura de etanol na gasolina está no teto de 25% estabelecido pela lei - o limite mínimo, de 18%, não será alterado, de acordo com relatório, de autoria do deputado Gabriel Guimarães (PT-MG), incluído no texto da medida provisória 638.

A alteração na MP foi aprovada em comissão mista específica para analisar a matéria. Ela ainda terá de passar pelos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado, uma vez que o texto relativo à mistura de etanol não estava incluído na medida provisória enviada pelo governo.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ze
    16 Mai 2014 às 08:29

    Meu carro não e flex, vou ter que assumir prejuízos de usineiros!!!. Por outro lado quem tem carro flex vai estar comprando "álcool com preço de gasolina"! Ou seja, somos o único no mudo que diz ser alto suficiente em petróleo, que os preços do combustível mais caro que os país vizinhos!!!

  • jair
    16 Mai 2014 às 05:11

    Daqui a pouco nossa gasolina só tem Etanol e o preço ó,daquele jeito,fazer o que é Brasil!

  • jose
    15 Mai 2014 às 22:04

    Daqui a pouco vai ter etanol com agua ou etanol com um pouquinho de gasolina. isso é uma vergonha.

  • Urbanista
    15 Mai 2014 às 17:49

    É a gasolina oficialmente batizada. Isso só é feito para beneficiar os usineiros, nunca o consumidor.

Sitevip Internet