Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 13 de abril de 2021

Notícias / Política

obras paradas

Consórcio Salgadeira tem 15 dias para declarar intenção em rescindir contrato

Da Redação - Viviane Petroli

05 Nov 2015 - 07:45

Foto: Mayke Toscano/Gcom-MT

Consórcio Salgadeira tem 15 dias para declarar intenção em rescindir contrato
O Consórcio Salgadeira possui prazo de 15 dias para manifestar se ainda possui ou não interesse em realizar as obras do Terminal de Turismo e Lazer da Salgadeira. A expectativa, quando anunciada a retomada das obras pelo Governo de Mato Grosso em junho, era que parte do Complexo fosse entregue ainda em dezembro deste ano. A construção está orçada em R$ 6,3 bilhões.

O prazo para o Consórcio Salgadeira, formado pelas empresas Farol Empreendimentos e Ypenge Projetos Florestais e Ambientais, responsável pela construção, consta na "notificação" publicada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) no Diário Oficial do Estado, que circula nesta quinta-feira, 05 de novembro.

Leia mais:
Obras no Terminal da Salgadeira pode ter contrato rescindido nos próximos dias

O prazo foi dado "considerando o não atendimento as cláusulas contratuais, as desconformidades discriminadas e não atendidas nas notificações emitidas pela Fiscalização da Obra, o não cumprimento do cronograma físico financeiro e paralisação da obra", destaca a Sedec na notificação.

Em recente entrevista ao Agro Olhar, o secretário da Sedec, Seneri Paludo, revelou que o contrato deveria ser rescindido uma vez que o Consórcio Salgadeira não cumpria com o contrato.

Como o Agro Olhar comentou, em junho o Governo do Estado anunciou a retomada das obras Terminal de Turismo e Lazer da Salgadeira para o dia 22 daquele mês. A data havia sido definida pelas Secretarias de Estado das Cidades (Secid) e Desenvolvimento Econômico (Sedec), juntamente com representantes do Consórcio Salgadeira, formado pelas empresas Farol Empreendimentos e Ypenge Projetos Florestais e Ambientais.

Entretanto, mesmo com o anúncio da retomada das obras e o acordo firmado, nenhuma movimentação foi registrada no Terminal de Turismo e Lazer da Salgadeira desde então.

A obra do Terminal de Turismo e Lazer da Salgadeira foi iniciada em novembro de 2013 e possuía prazo para conclusão em junho de 2015. A obra está orçada em R$ 6,3 milhões. O Terminal da Salgadeira conta com uma área total de 72,4 mil metros quadrados.

Conforme o cronograma, repactuado com o Consórcio Salgadeira em junho deste ano, a expectativa era que parte da obra fosse entregue ainda em dezembro de 2015 e o restante da estrutura do local até abril de 2016.

“A Salgadeira talvez seja o maior ícone do turismo de Mato Grosso. Nós fizemos a reavaliação do projeto, encaminhamos para a empresa, demos ordem de serviço para retomar as obras e a empresa não voltou por “n” fatores. Nas próximas semanas nós vamos ter uma decisão mesmo de “ou vai ou racha”. Não tem jeito de ficar como está à questão da Salgadeira e provavelmente vamos rescindir o contrato com a empresa e aí lógico começaremos de novo, dando segmento, pois ficar do jeito que está temos entendimento que não pode”, declarou recentemente ao Agro Olhar, Seneri Paludo.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet