Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 28 de setembro de 2021

Notícias / Economia

EM 2015

Fluxo de passageiros em voos regionais cresce 180% em Mato Grosso

Da Redação - Viviane Petroli

24 Ago 2015 - 11:39

Foto: Wesley Santiago/Olhar Direto

Fluxo de passageiros em voos regionais cresce 180% em Mato Grosso
O fluxo passageiros (embarque e desembarque) em voos regionais subiu 180% em 2015, até julho, no Aeroporto Internacional Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), no comparativo com 2014. A realização de negócios em Mato Grosso somado ao aumento do poder aquisitivo e, especialmente, o encurtamento do tempo de viagem, em relação às rodovias, são os principais motivos apontados por especialistas para o crescimento.

Entre janeiro e julho 1,946 milhão de pessoas passaram pelo Aeroporto Internacional Aeroporto Internacional Marechal Rondon. O volume é decorrente a soma de 961.279 pessoas que embarcaram e 985.448 que desembarcaram no local.

Leia mais:
Apenas 12% dos passageiros que partem do Aeroporto de Cuiabá ganham até 2 salários mínimos
Aeroporto de Cuiabá deve ser concedido à iniciativa privada em 2016, segundo ministro

Os números constam em levantamento da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Os dados mostram que entre janeiro e julho deste ano 490.333 pessoas embarcaram ou desembarcaram no aeroporto em Várzea Grande de voos provenientes no interior de Mato Grosso. O volume supera o fluxo de 175.185 passageiros no período em 2014.

Mato Grosso, explica a economista Luceni Grassi, é um estado de negócios e turismo. Um dos motivos para o aumento do fluxo de passageiros é a Copa do Mundo de 2014 que auxiliou ainda mais para que o Mundo conhecesse o estado. “Os aeroportos regionais estão recebendo investimentos e mais voos. Além disso, compensa viajar de avião de Cuiabá para Sinop, por exemplo, que são cerca de 50 minutos de voo. Muitos optam em decorrência a realização de negócios”.

A economista destaca ainda as promoções realizadas pelas companhias aéreas e o poder aquisitivo do mato-grossense seguir positivo, mesmo diante um momento de crise nacional. “A atividade econômica de Mato Grosso desacelera menos que do Brasil, pois o estado depende mais de negócios externos do que internos”, ressalta.

O levantamento da Infraero mostra que em 2015 o fluxo de passageiros embarcando e desembarcando aumentou 1,40%, de 1,919 milhão de passageiros entre janeiro e julho de 2014 para 1,946 milhão de pessoas em 2015.

Os embarques saltaram no período de 947.326 para 961.279, enquanto os desembarques de 972.593 para 985.448 passageiros.

Em termos de voos nacionais percebe-se uma redução de 1,693 milhão de passageiros para 1,414 milhão de passageiros, mostrando que o mato-grossense também está viajando mais internamente.

Confira aqui as estatísticas por aeroporto.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet