Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 01 de abril de 2020

Notícias / Economia

Governo eleva PIS e Cofins da gasolina; Cide terá alta em 90 dias

Da Redação - Viviane Petroli

20 Jan 2015 - 08:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Governo eleva PIS e Cofins da gasolina; Cide terá alta em 90 dias
O governo federal anunciou a elevação PIS, a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre os combustíveis. A alta para a gasolina será de R$ 0,22 e para o óleo diesel de R$ 0,15. De acordo com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, o PIS e Cofins terão aumento imediato, enquanto o da Cide entrará em vigor dentro de 90 dias.

Em anuncio dos reajustes nesta segunda-feira (19), Joaquim Levy declarou que o governo federal tem a expectativa de arrecadar com tais impostos sobre a gasolina e o óleo diesel R$ 12,18 bilhões em 2015. Conforme ele, a intenção do governo é a partir do momento em que o aumento da Cide passar a valer, dentro de 90 dias, reduzir o PIS e Cofins.

Leia mais:
Mato Grosso pode superar a marca de 4,1 bi de litros de combustível vendidos
Mato Grosso é orientado pela ONS a reduzir fornecimento de energia; 150 mil ficaram sem luz nesta segunda

Segundo o ministro da Fazenda, o repasse aos consumidores dependerá de como o mercado evoluir e da Petrobras.

De acordo com o jornal O Globo a Petrobras já anunciou que irá repassar a nova tributação para os dois combustíveis, que sofrerão reajustes nas refinarias. A estimativa é que para os consumidores a elevação chegue às bombas entre 5% e 7%, o que irá impactar, inclusive, na inflação.

Em nota publicada em seu site o Ministério da Fazenda esclarece que dos R$ 0,22 para a gasolina R$0,12 são de PIS/Cofins e R$ 0,10 de Cide. No caso do óleo diesel R$ 0,10 de PIS/Cofins e R$ 0,05 de Cide.

"A CIDE, apesar de sua natureza regulatória, hoje está submetida ao regime de “noventena,” isto é, um período de 90 dias até que aumentos de alíquotas se tornem efetivos. Assim, o aumento do PIS/Cofins será inicialmente de R$ 0,22/litro de gasolina e de R$ 0,15/litro de óleo diesel, com previsão de sua redução para os valores de R$ 0,12/litro e de R$ 0,10/litro respectivamente para a gasolina e o diesel no momento em que o aumento da CIDE se tornar efetivo", diz a nota.

Confira nota do governo federal aqui.

Confira tabela como ficará os aumentos aqui.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • joão
    20 Jan 2015 às 17:12

    eSSE É O GOVERNO DO PT, QUE SE DIZ LUTAR PELOS TRABALHADORES, PURA DEMAGOGIA SÓ TEM CORRUPÇÃO E AGORA MAIS UM IMPOSTO PARA OS TRABALHADORES PAGAREM. Querem que os trabalhadores se fd...

  • arildo
    20 Jan 2015 às 13:26

    era so a policia federal colocar uma galera na cadeia e fazer devolver o dinheiro que roubaram que nao precisava aumentar nada,sobraria bem mais que isso.

  • Moraes
    20 Jan 2015 às 10:14

    Dá nada não! quem paga o combustível que esses vermes políticos utilizam para se locomoverem pelo brasil à fora? Somos nós. Mas, dá nada não.. de boa na lagoa. O importante é que vivemos no país mais alegre do planeta onde a razão de viver está no futebol, carnaval e churrasco com cerveja... vivaaaaa!

  • MARIA
    20 Jan 2015 às 09:26

    Só vai sobrá dinheiro prá compra comida!kkkkkkkk

Sitevip Internet