Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 24 de setembro de 2019

Notícias / Agronegócio

Imea alerta produtor rural sobre momento certo de vender safra de milho

O Imea lembra que as boas chuvas em Mato Grosso elevaram a produtividade, avançando para 100,02 sacas de 60 quilos por hectare. A ajuda do clima fará com que a produção mato-grossense salte para 17,8 milhões de toneladas, aumentando a oferta de milho no mercado.

De Sinop - Alexandre Alves

05 Mai 2015 - 15:55

Foto: Imagem ilustrativa

Boas chuvas em Mato Grosso elevaram a produtividade, avançando para 100,02 sacas por hectare

Boas chuvas em Mato Grosso elevaram a produtividade, avançando para 100,02 sacas por hectare

O ‘ponto de equilíbrio’ para o preço do milho produzido na segunda safra em Mato Grosso está em R$ 17.46 a saca e o produtor rural deve ficar alerta para negociar a produção, segundo o boletim semanal do milho elaborado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), divulgado nesta segunda-feira (4).

A chamada à atenção do instituto tem base na desvalorização do dólar futuro e na alta produção que está em curso, o que fará o preço do cereal cair assim que a safra começar a ser colhida no Estado. Nas últimas semanas o preço do milho com entrega para agosto tem sofrido consecutivas desvalorizações. O valor médio da saca negociada em março ficou em R$ 16,15, já em abril caiu a R$ 15,25/sc.

Leia Mais:
Produtividade do milho pode chegar a 100 sacas por hectare em MT
Autorizada venda a balcão de 100 mil toneladas de milho estocado em MT

“Alguns fatores auxiliam nessa baixa, dentre eles está a recente desvalorização na cotação do dólar futuro, que desde o início do mês de abril já caiu 6,25%, chegando a ser cotado na última quinta-feira a R$ 2,99/U$S. Além disso, outro fator que reforça a queda na cotação do preço futuro do milho são as condições favoráveis do clima, tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil”, ressalta o boletim do milho.

O Imea lembra que as boas chuvas em Mato Grosso elevaram a produtividade, avançando para 100,02 sacas de 60 quilos por hectare. A ajuda do clima fará com que a produção mato-grossense salte para 17,8 milhões de toneladas, aumentando a oferta de milho no mercado.

“Assim, ainda que o mercado projete valorizações futuras para o dólar, o produtor deve ficar atento às oportunidades e tentar negociar sua produção o mais próximo possível do ponto de equilíbrio”, pontua o instituto.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet