Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Notícias | Economia

BOLSO

Litro do etanol começa a reduzir nas bombas em Mato Grosso, aponta ANP

Foto: Reprodução

Litro do etanol começa a reduzir nas bombas em Mato Grosso, aponta ANP
O preço do litro do etanol nas bombas começam a reduzir em Mato Grosso, aponta uma pesquisa realizada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Porém, o consumidor ainda não sentiu os custos reduzirem. Os postos de combustível em Mato Grosso revelam aguardar apenas as distribuidoras reduzirem o preço do litro do etanol para repassar aos consumidores. Nas usinas já houve recuo de R$ 0,12 no litro.

Dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP) revelam que o preço médio do combustível em Mato Grosso já está reduzindo. Pesquisa da agência releva que na semana de 27 de abril a 03 de maio o litro do etanol era visto em média a R$ 2,57 nas bombas dos postos no Estado. Já na semana de 18 a 24 de maio já era encontrado a R$ 2,23. Hoje, em Cuiabá, a ANP aponta em média R$ 2,21 o preço do litro do etanol.

Leia também
Moagem da cana-de-açúcar chega a 10,5% da previsão da safra

De acordo com o Sindicato das Indústrias Sucroalcooleiras de Mato Grosso (Sindalcool-MT), os preços nas usinas estão baixando em decorrência ao avanço da moagem de cana-de-açúcar nesta safra 2014/2015.

Uma pesquisa do CEPEA/ESALQ revela que entre a semana do dia 28 de abril e 02 de maio o litro do etanol hidratado (para abastecer veículos flex) caiu de R$ 1,72 nas usinas para R$ 1,61 entre os dias 19 e 23 de maio.

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo-MT) confirma o recuo nas usinas.

"Mesmo verificando queda de R$ 0,12 na usina em Mato Grosso, conforme dados do CEPEA/ESALQ, entre 21/04 e 23/05, o levantamento da ANP mostra que esta redução não alcançou as distribuidoras. Os dados da ANP mostram que o preço médio nas distribuidoras (no período de 21/04/ a 21/05) foi de 1,819 para 1,821. Mas nos postos, onde o mercado é livre para definir seus preços, o preço médio, segundo a Agência passou de 2,234 para 2,216 no período citado. Há expectativa de nas próximas semanas as distribuidoras repassarem para os postos as reduções já refletidas nas usinas", diz o Sindipetróleo-MT em nota.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet