Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias | Meio Ambiente

via medida provisória

Lobão anuncia retomada do programa do biodiesel que elevará para 7% à gasolina em 2014

Foto: Reprodução

Frota de ônibus de algumas cidades já adotou biodiesel

Frota de ônibus de algumas cidades já adotou biodiesel

O ministro de Minas e Energia Edison Lobão disse que o governo federal deve enviar ao Congresso Nacional nos próximos dias uma Medida Provisória regulamentando a adição do biodiesel à gasolina dos atuais 5% para 7%.
O anúncio foi feito nesta quarta-feira (30.10) no palácio do Planalto durante evento em homenagem aos dez anos do programa Bolsa Família.

Falando a jornalistas, Lobão informou que o texto base do novo marco legal do biodiesel já está pronto para ser enviado à Casa civil da Presidência da República. Na prática, o governo federal pretende atingir 7% de mistura de biodiesel à gasolina até 2014 e chegar a 10%, o chamado B10 até 2020.

Leia mais:
Câmara debate relatório sobre benefício ambiental do biodiesel
Mercado de biodiesel está praticamente parado, diz gerente de usina

O presidente da Frente Parlamentar do Biodiesel, deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), lembra que o anúncio dá tranquilidade aos produtores de grãos que se sentiam deixados de lado desde o debate sobre o Pré-Sal.

“O setor investiu R$ 5 bilhões e antecipou esta mistura de 5% para 2010. Atualmente há uma ociosidade. O setor não sabia, a partir do ano que vem, o que ocorreria. Agora é o governo sinaliza com a retomada e isto é muito positivo”, afirmou em entrevista ao Agro Olhar.

Ainda de acordo com o parlamentar, o biodiesel agrega valor à matéria prima, garante preservação ambiental com a redução das emissões de dióxido de carbono a partir da combustão de petróleo e gera emprego na indústria.

“E nós deixaremos de importar diesel fóssil também. Vamos aumentar 40% da mistura no litro de diesel fóssil. É um trabalho feito em cima da agricultura familiar. Mas vamos usar também o grande empresário para consumir esta matéria prima, pois toda a agricultura familiar será absorvida. E ao invés de mandar a soja embora, iremos manter a soja aqui. Ganha também a indústria de suínos e aves, pois vão ter no farelo um ganho bastante especial”, completou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet