Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 08 de agosto de 2022

Notícias | Política

mais pente-fino

MT Gás e Metamat podem ser extintas; Permanências são avaliadas

Foto: Lenine Martins/ Secom-MT

MT Gás e Metamat podem ser extintas; Permanências são avaliadas
A Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) e a Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat) podem ser extintas. Um grupo de trabalho foi criado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT) para cada autarquia para avaliar a viabilidade de permanência de cada uma, assim como da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso S.A (MT Fomento). As portarias que criam os grupos de estudos foram publicadas no Diário Oficial da União, com data de 19 de janeiro.

A possível extinção do MT Gás e da Metamat é um dos pontos de avaliação que constam no "Contrato dos 100 primeiros dias de Governo", assinados entre o governador Pedro Taques e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, no dia 02 de novembro.

Leia mais:
Nova política de incentivos fiscais deverá ser apresentada em janeiro, aponta Contrato de Gestão
Incentivos fiscais concedidos para empresas são alvo de pente-fino em Mato Grosso

O grupo de trabalho da MT Gás, conforme publicação no Diário Oficial do Estado, será formado por três membros da Sedec-MT e da Companhia. Os trabalhos terão 60 dias para serem concluídos.

Para a avaliação da Metamat também será três membros da Secretaria e três da Companhia com prazo de 60 dias para conclusão dos trabalhos, bem como para o MT fomento também.

Confira aqui o Contrato de Gestão para os 100 primeiros dias de governo Pedro Taques com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet