Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias | Logística

ECONOMIA MACRO

Governo Pedro Taques economiza R$ 40 milhões para Mato Grosso com substituições de pontes por bueiros

Foto: José Luiz Medeiros / GCom-MT

Governo Pedro Taques economiza R$ 40 milhões para Mato Grosso com substituições de pontes por bueiros
A qualidade do transporte melhorou e ainda assegurou economia de mais de R$ 40 milhões com a substituição de pontes de concreto por bueiros celulares nas obras rodoviárias. A avaliação partiu do governador José Pedro Taques (PSDB), em trecho de entrevista, em São Paulo.

A diminuição do custo é resultado de estudos técnicos da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra), realizados nas seis regiões de Mato Grosso, que comprovaram a viabilidade das mudanças.

Durante  a entrevista, Pedro Taques explanou sobre as formas de economia promovidas ao longo dos primeiros 10 meses da atual gestão. Dentre elas, estão a fiscalização e auditoria promovidas pela pasta de Infraestrutura e Logística.

Leia mais:
Revisão de contratos faz Mato Grosso evitar perda de R$ 55 milhões em recursos federais

“Nós tínhamos pontes que estavam contratadas, no entanto, nós fizemos a fiscalização e no lugar de ponte, foi constatado que seria possível colocar bueiro celular, que é bem mais barato e economizamos R$ 41 milhões", argumentou o chefe do Poder Executivo de Mato Grosso.

A reportagem do Agro Olhar/Olhar Direto apurou que um total de 127 pontes de concretos instaladas no Estado, foi constatado que 33 apresentam condições de serem substituídas por bueiros celulares. As intervenções estão sendo feitas em diversos pontos de nove rodovias estaduais.

Os bueiros celulares são galerias de concreto armado, em formato quadrado retangular por onde é possível passar um grande fluxo de água de rios e córregos. Com a mesma durabilidade de uma ponte de concreto, as estruturas são projetadas a atender o curso de água no local onde são instalados.

A Secretaria explica que a definição das rodovias foi feita conforme a necessidade estrutural e logística de cada pista, uma vez que as elencadas para estas substituições possuem maior escoamento do Estado e estavam mais danificadas devido à falta de manutenção em anos anteriores.

“Ações estratégicas como estas contribuem com uma das metas da nossa atual gestão é que economizar, e fazer o melhor uso do dinheiro público, atendendo a determinação do nosso governador”, afirmou o titular da Sinfra, Marcelo Duarte. Ainda conforme o secretário, outras 100 pontes passam por análise para possível substituição.

Confira os primeiros trechos que serão contemplados com as substituições:

MT-175 – Araputanga – Reserva do Cabaçal
MT-246 / 339 – Ent. MT-170 (Panorama) Ent. MT-246
MT-246 / 339 – Ent. MT-170 (Panorama). Ent. MT-246
MT-247 – Ent. MT-170 (Lambari) – Barra do Bugres

MT-343 – Porto Estrela a Cachoeirinha
MT-343 – Porto Estrela a Cachoeirinha
MT-343 – Porto Estrela a Cachoeirinha

MT-247 – Ent. MT 170 (Lambari) – Barra do Bugres
MT-247 – Ent. MT 170 (Lambari) – Barra do Bugres
MT-140 – Ent. MT 240 – Ent. MT-235
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet