Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Notícias / Indústria

Mais um frigorífico fecha as portas em Mato Grosso e demite 300 funcionários

De Sinop - Alexandre Alves

14 Jul 2015 - 08:25

Foto: Imagem ilustrativa

Mais um frigorífico fecha as portas em Mato Grosso e demite 300 funcionários
A planta de abate do Grupo JBS, em Matupá (700 km ao Norte de Cuiabá), paralisa suas atividades nesta terça-feira (14), e vai demitir os cerca de 300 funcionários que trabalham no frigorífico. A informação foi confirmada pela diretoria da empresa ao presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Carnes e Laticínios do Portal da Amazônia (Sintracal), José Evandro Navarro. Com esse fechamento sobe para 20 o número de plantas frigoríficas fechadas nos últimos dois anos em Mato Grosso e para sete somente em 2015.

“É com tristeza que informo que a JBS, unidade de Matupá, vai vir a fechar as portas. A diretoria me comunicou há pouco por telefone da decisão. São mais 300 trabalhadores desempregados em nossa região”, comentou Navarro, nesta segunda-feira (13) à tarde.

Leia mais:
Mato Grosso estuda incentivo de 3% para evitar fechamento de frigoríficos
JBS para em Cuiabá e chega a 18 o número de frigoríficos fechados em MT

O sindicalista informou que o Sintracal vai atuar junto aos trabalhadores que serão demitidos, visando definir algumas medidas compensatórias. Os trabalhadores de Matupá serão convocados para uma assembleia geral durante a semana para esclarecimentos e outras informações.

“Estivemos em conversação com a empresa desde março, e nos colocamos a disposição de negociar para evitar o fechamento da planta, mas nunca houve sequer uma proposta por parte da JBS neste sentido”, lamentou o presidente do Sintracal.

Agora, com o fechamento desta planta, já são sete os frigoríficos que encerraram as atividades em Mato Grosso, no decorrer de 2015, levando em torno de quatro mil pessoas ao desemprego. Somente entre meados de junho e o dia seis de julho, três plantas de diferentes empresas encerraram as atividades – uma em Sinop, outra em Várzea Grande e uma em Mirassol do Oeste.

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ronaldo
    15 Jul 2015 às 21:02

    Boi gordo temos, mas falta concorrência no abate...verifiquem quantos concorrentes disputam com o JBS, o negócio da carne bovina !!! Eles compraram as plantas e as fecharam... É de conhecimento público... PRESSÃO pra baixar o preco da oferta, principalmente agora, no começo da entressafra !!! Atropelam a lei...

  • pocone
    15 Jul 2015 às 07:33

    Pergunta pra Dilma se vai ter curso no senac para essa galera toda e depois arrumar a vaga de emprego para todos....

  • acredito
    15 Jul 2015 às 07:27

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Job
    14 Jul 2015 às 19:47

    Quem falar que falta matéria prima para os frigoríficos de MT não conhece nossa pecuária.

  • jose alves
    14 Jul 2015 às 17:50

    A crise que a Dilma, Lula, Bezerra, Valtenir, Blairo, Wellington, Silval, Eder Moraes e outros da catrefa causaram para o país, levará a nação à miséria total. Eu nunca acreditei nessa lai, por isso jamais votei nela. Infelizmente tenho que suportar e pagar pelo que nunca fiz concordo com esse seu comentario eu tambem nunca tive a coragem de votar nos petralhas mas estamos todos pagando pelos 13 anos de desgoverno do pt.

  • André silva
    14 Jul 2015 às 17:40

    TO NEM AI SOU VEGETARIAAAAAAAANO MESMO.....KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK NAO FOI NO GOVERNO DO LULA E DILMA QUE ESGUELAVAM QUE NUMCA NESSE PAIS O POVO NUMCA TINHA COMIDO CARNE TAO BEM E BARATA? NAO MEXAM NO MEU ALFACE............KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Ricardo Pereira Neto
    14 Jul 2015 às 17:17

    SALVADOR DA PÁTRIA PEDRO TAQUES QUE RESOLVA ESSA QUESTÃO

  • Indignado
    14 Jul 2015 às 15:22

    Mandruvá! Você não é jumento, mais é burro pra daná! O que a minha Dilma tem a ver com falta de rebanho pra abate e com os impostos Estaduais! Vire o disco coxinha, está enjoativo este mimimi

  • Mandruvá
    14 Jul 2015 às 12:47

    Política econômica do PT é assim mesmo. Agora é bem feito pra quem votou na Dilma! Vivam com a miséria do bolsa família!

  • olvavo
    14 Jul 2015 às 10:54

    As empresas que funcionam neste Estado somente terão competetividade se tiverem incentivo fiscal como foi cortado não tem condições de funcionar, perde o Estado que não terá essa receita indireta obtida através dos salários, perde o pecuarista que receberá menos pelo transporte de seus animais, perde a saúde a educação e principalmente o cidadão da região que irá amargar o desemprego, os comerciantes e ai vai se embora a cadeia produtiva. FAZER O QUE????

Sitevip Internet