Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 12 de novembro de 2019

Notícias / Agricultura Familiar

Mato Grosso busca R$ 10 mi para atender 400 agricultores familiares

Da Redação - Viviane Petroli

15 Jan 2016 - 10:25

Foto: Rafaella Zanol - Gcom/MT

Mato Grosso busca R$ 10 mi para atender 400 agricultores familiares
A partir da próxima segunda-feira, 18 de janeiro, um grupo de trabalho dará início à finalização de projeto com ações para a agricultura familiar em Mato Grosso. O Governo do Estado busca captar R$ 10 milhões para fomentar a atividade em 2016. Deverão ser beneficiados cerca de 400 famílias de pequenos produtores. Os recursos serão adquiridos pelo MT Fomento.

O assunto foi debatido pelo governador Pedro Taques durante reunião com os presidentes da MT Fomento, Mário Milton, da Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa-MT), Daniel Brolese, da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Layr Mota, e com o secretário Agricultura Familiar e Regularização Fundiária (Seaf), Suelme Evangelista.

Leia mais:
Novo prédio da Empaer será licitado em fevereiro; obra está orçada em R$ 6 mi

A previsão é que o pacote de ações concretas seja apresentado no início de fevereiro.

O secretário da Seaf, Suelme Evangelista, destaca que a Secretaria recebeu um incremento de R$ 12 milhões em 2016 para desenvolver os trabalhos.

Deverão ser atendidas pelo pacote de ações em torno de 400 famílias com regularização fundiária, além de condições para trabalhar e facilidade na obtenção de crédito.

O MT Fomento será o responsável pela captação dos R$ 10 milhões para apoiar a agricultura familiar de Mato Grosso. De acordo com o presidente do MT Fomento, a instituição detém parte deste recurso, bem como linhas de crédito específico para a atividade.

O presidente do MT Fomento destacou ainda, durante a reunião com o governador Pedro Taques, já ter solicitado elevação de limite de crédito junto ao Banco do Brasil, bem como tem procurado outras parcerias para atender aos agricultores familiares.

A Empaer, conforme o presidente Layr Mota, ficará responsável por elaborar os projetos de captação de recursos junto às instituições financeiras, além de dar assistência técnica aos agricultores familiares.

Um fator que tende a impulsionar a atividade em Mato Grosso é a chegada do Ceasa e as novas políticas públicas que serão criadas. Para o presidente do Ceasa Daniel Brolese "Nunca houve uma oportunidade para a agricultura familiar como terá agora".

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José Alves Martins
    18 Jan 2016 às 15:48

    Gostariamos de saber do Governador o porque nomear um professor de história para ser o Secretário de Agricultura, uma vez que o seu secretariado se caracteriza por ser de ordem técnica?

  • sergio
    16 Jan 2016 às 11:45

    Deveria destinar esse dinheiro para fomenta a fruticultura em MT.

  • Paulo Andrade Lima.
    16 Jan 2016 às 08:35

    Governador!! Que feio! Mandar seu secretário fazer emprestimo de 10milhões...,quando Mt arrecada BILHÕES!! Isso é igual voce ter dinheiro, para comprar a vista,mas preferir usar o cartão de crédito. Ou seja individar o estado por migalhas???. E pagar juros,sem necessidade...,ainda mas por se tratar de pequena quantia. A população não é BÓBÓ xera xera.

  • Tadeu
    15 Jan 2016 às 22:34

    #suelmenointermat

  • JOSÉ ANTONIO MESQUITA
    15 Jan 2016 às 17:35

    CREIO SER NECESSÁRIO O GOVERNO FAZER UM LEVANTAMENTO PARA SABER REALMENTE QUANTAS FAMÍLIAS DA AGRICULTURA FAMILIAR EXISTEM EM MATO GROSSO. ATENDER SOMENTE 400 FAMÍLIAS? SÓ EM ALTO PARAGUAI TEMOS MAIS DE 800 FAMÍLIAS NOS 8 ASSENTAMENTOS DA REFORMA AGRÁRIA!

  • Hector Mardasc.
    15 Jan 2016 às 14:13

    Governador!! fazer emprestimo de 10 mi. Essa MERRECA,não carece, nem de emprestimo. É só tirar pequenas quantias dos duodecimos que isso nem fará cóssicas. Outra só 400 produtores??! e o resto 135.000?! vão xupar dedos ???!

Sitevip Internet