Olhar Agro & Negócios

Sábado, 28 de março de 2020

Notícias / Economia

Mato Grosso produz cerca de 35 milhões de litros de etanol de milho e sorgo

Da Redação - Viviane Petroli

03 Abr 2014 - 08:25

Foto: Ilustração

Mato Grosso produz cerca de 35 milhões de litros de etanol de milho e sorgo
Com apenas duas usinas sucroalcooleiras flex, Mato Grosso produziu aproximadamente 35 milhões de litros de etanol utilizando milho e sorgo. A produção de etanol utilizando os cereais é realizada durante o período da entressafra da cana-de-açúcar entre dezembro e março.

Para a produção do etanol durante a entressafra da cana-de-açúcar as duas usinas sucroalcooleiras flex utilizaram pouco mais de 79,8 mil toneladas entre milho e sorgo.

A produção de etanol através dos dois cereais ainda é novidade em Mato Grosso. As usinas que produzem o biocombustível através da cana-de-açúcar e do milho e sorgo estão localizadas em Campos de Júlio e em São José do Rio Claro.

Leia também:
Câmara derruba incidência do PIS/Cofins sobre soja in natura. “É a volta à normalidade”, afirma Fávaro
Preço do etanol deve cair nos próximos meses com início da colheita

Em setembro de 2013, em Sinop, um fórum sobre a produção de etanol de milho, promovido pela Associação dos Produtores de Soja e Milho do Brasil (Aprosoja Brasil). Na oportunidade foram apresentadas as vantagens da utilização do milho como alternativa da produção de etanol na entressafra da cana-de-açúcar e para o escoamento do cereal no mercado interno de Mato Grosso.

Conforme dados divulgados na ocasião, uma tonelada de milho é possível transformar entre 380 a 400 litros de etanol, 18 litros de óleo degomado e 220 kg de DDGs (concentrado proteico), produtos estes que proporcionam um faturamento superior a R$ 700 a tonelada, enquanto que com a venda de milho in natura são faturados R$ 200 a tonelada.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luiz
    03 Abr 2014 às 11:37

    não entendo, se é produzido aqui, por que é tão caro ainda?

Sitevip Internet