Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias | Agricultura

Soja

Mercado de sementes em Mato Grosso sofreu perdas em 2013 mas conseguiu ficar dentro da média

19 Dez 2013 - 16:32

Especial para o Agro Olhar - Thalita Araújo

Mercado de sementes em Mato Grosso sofreu perdas em 2013 mas conseguiu ficar dentro da média
O mercado mato-grossense de sementes de soja não teve um de seus melhores anos em 2013. Mas, de acordo com o presidente da Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), Carlos Ernesto Augustin, mesmo com as adversidades, a qualidade das sementes produzidas conseguiu ficar dentro da média.

Durante a colheita de soja, no início do ano, o clima não ajudou. O excesso de chuvas apodreceu muita soja ainda no pé, atrapalhou a colheita e tirou qualidade dos grãos que seriam destinados à produção de sementes.

Leia também:
Sorriso lidera exportações mato-grossenses entre janeiro e novembro de 2013 com US$ 1,38 bilhão
Área de algodão cresce e segunda safra fica com 66% do plantio em Mato Grosso

Em meio a esta situação, Augustin explica que a produção sofreu quedas maiores em termos de volume. “Eu, particularmente, produzi apenas 50% do que costumo produzir”, contou.

Mas, segundo ele, o mercado acomodou-se e vieram muita sementes de fora do Estado. Em termos de volume para atender os produtores, ficou tudo bem. Ele diz que a parte mais prejudicada foi em relação à escolha de variedades, algumas ficaram bem mais escassas que outras.

Em termos de qualidade das sementes produzidas, apesar de ter entrado nos padrões exigidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o presidente da Aprosmat acrescenta que ficou abaixo dos padrões mato-grossenses, que comumente mantêm patamares maiores que a média.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet