Olhar Agro & Negócios

Sábado, 28 de março de 2020

Notícias / Economia

Preço do etanol deve cair nos próximos meses com início da colheita

Da Redação – Viviane Petroli

02 Abr 2014 - 11:22

Foto: Ilustração

Mesmo com a redução do volume de cana-de-açúcar a ser moído a produção de etanol não será prejudicada

Mesmo com a redução do volume de cana-de-açúcar a ser moído a produção de etanol não será prejudicada

O preço do etanol hidratado (usado em veículos flex) deve cair nos próximos dois meses ao consumidor, podendo ficar na casa dos R$ 1,95 o litro dependendo da oferta e demanda do produto. A redução será possível com o início da colheita da safra 2014/2015 da cana-de-açúcar. Apesar da redução do volume de cana-de-açúcar a ser moída a produção de etanol não será prejudicada, afirma o setor sucroalcooleiro.

Hoje, o etanol é encontrado em média a R$ 2,26 nos postos de combustível de Mato Grosso, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP).

A colheita da safra 2014/2015 da cana-de-açúcar início na semana passada em Mato Grosso e deverá ser 777,2 mil toneladas menor que a safra anterior. A estimativa do setor sucroalcooleiro é moer 16,212 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produzir pouco mais de 1,02 bilhão de litros de etanol (entre anidro e hidratado). A quebra da safra de uma das nove usinas existentes no Estado é o que leva à redução de cana-de-açúcar a ser moída.

Mudança na tributação da soja deverá tirada de texto da MP 627
Parecis SuperAgro 2014 deve movimentar Campo Novo dos Parecis entre 13 e 16 de abril

Até o momento apenas uma usina iniciou os trabalhos de moagem da cana-de-açúcar. As constantes chuvas que ainda permanecem neste início de abril é o principal “problema” do segmento. Hoje, 80% da colheita de cana-de-açúcar em Mato Grosso é mecanizada.

Segundo dados do Sindicato das Indústrias Sucrialcooleiras do Estado de Mato Grosso (Sindalcool-MT), o período de corte da cana-de-açúcar vai de abril a novembro. Na safra 2014/2015 dos 242,02 mil hectares semeados terão destino ao corte 221,6 mil hectares.

Etanol

A previsão é que sejam produzidos 1,02 bilhão de litros de etanol, dos quais 471,06 milhões de litros são em etanol hidratado utilizado em veículos flex. Já em etanol anidro deverão ser produzidos 533 milhões de litros.

Conforme o diretor executivo do Sindalcool-MT, Jorge dos Santos, a produção de açúcar reduziu de 417,7 mil toneladas para 395,7 mil toneladas neste ciclo. "A produção de etanol foi mantida, pois há a previsão de em 2014 o percentual de etanol anidro na gasolina aumentar de 25% para 27,5%. Este incremento na gasolina, hoje, depende apenas do aval do governo federal que está realizando estudos para isso", diz Santos.

Questionado sobre a redução de preço nas bombas de combustível aos consumidores o diretor do Sindalcool-MT comenta que os mesmos a deverão sentir nos próximos dois meses, porém o preço médio do litro de etanol hidratado deverá ficar em média a R$ 1,95. "Dependerá da oferta e demanda", salienta.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • totó
    02 Abr 2014 às 12:08

    É a velha prática de sempre,diminui oferta para aumentar preço,não importa quem vai se arrebentar.

Sitevip Internet