Olhar Agro & Negócios

Sábado, 25 de janeiro de 2020

Notícias / Agronegócio

Sorriso e Rondonópolis estão entre os 30 maiores exportadores do Brasil

Da Redação – Viviane Petroli

08 Set 2015 - 14:11

Foto: Reprodução/Ilustração/Internet

Sorriso e Rondonópolis estão entre os 30 maiores exportadores do Brasil
Mesmo com recuo nos negócios, Sorriso e Rondonópolis ficaram entre os 30 maiores municípios brasileiros exportadores. As duas cidades ocuparam a 27ª e 28ª colocação, respectivamente, diante embarques que somaram US$ 924,4 milhões e US$ 890,06 milhões. O líder nos embarques é São Paulo (SP) com US$ 4,665 bilhões. Os municípios mato-grossenses perdem apenas para Curitiba (PR) em 26ª com US$ 930,8 milhões e Niterói (RJ) em 25º com US$ 934,5 milhões.

O levantamento é da Balança Comercial Brasileira por Municípios, divulgada na última semana pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Leia mais:
Mato Grosso é vice por diferença de R$ 1,3 bi nas exportações do agronegócio em 2015

A receita gerada pelas exportações de Sorriso recuaram 20,24% entre janeiro e agosto de 2015 em relação ao ano passado. Na ocasião haviam sido negociados no município US$ 1,15 bilhão. O complexo soja foi o que levou ao recuo, visto decréscimo de 23,25% nas negociações de soja em grão, 30,85% de tortas e outros resíduos sólidos do óleo de soja.

As negociações realizadas em Rondonópolis recuaram, segundo o MDIC, 6,92% ante os US$ 956,2 milhões do ano passado. Soja em grão teve queda de 1,86%, torta e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja 9,99% e óleo de soja 13,16%. Já algodão subiu 10,88% e o milho caiu 26,78%.

Mais oito destaques no ranking

Ao se analisar a lista dos 100 maiores exportadores, Mato Grosso emplacou 10 municípios. Além de Sorriso e Rondonópolis, Nova Mutum, Primavera do Leste, Querência, Cuiabá, Sinop, Sapezal, Lucas do Rio Verde e Diamantino também se posicionaram bem.

Nova Mutum ocupou a 55ª colocação com US$ 538,07 milhões, volume inferior aos US$ 653,08 milhões do ano passado. Já Primavera do Leste em 67º lugar com US$ 427,6 milhões, montante acima dos US$ 377,8 milhões de 2014.

Querência ficou em 73º com US$ 401,9 milhões, Cuiabá em 78º com US$ 384,07 milhões (em 2014 haviam sido US$ 632 milhões), Sinop em 85º com US$ com US$ 356,1 milhões, Sapezal em 90º com US$ 333,7 milhões, Lucas do Rio Verde em 93º com US$ 319,4 milhões e Diamantino em 95º com US$ 311,7 milhões negociados.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet