Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Notícias / Indústria

Governador anuncia investimento de R$ 1,1 bilhão da Brasil Foods em cinco cidades de MT

Da Redação - Laíse Lucatelli

09 Jul 2015 - 20:55

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Governador anuncia investimento de R$ 1,1 bilhão da Brasil Foods em cinco cidades de MT
O governador Pedro Taques (PDT) anunciou, no final da tarde desta quinta-feira (9), o investimento de R$ 1,1 bilhão da empresa Brasil Foods (BRF) em Mato Grosso. Antes de seguir para o lançamento do Circuito Aprosoja, onde foi programado o anúncio oficial da ampliação das instalações da BRF, o governador detalhou, em entrevista exclusiva ao Olhar Direto, como será o investimento da multinacional no Estado.

Leia mais:
Governo de Mato Grosso irá auxiliar trabalhadores de frigoríficos demitidos

A Brasil Foods, resultado da fusão entre a Sadia e Perdigão, já possui indústrias em Nova Mutum, Várzea Grande, Lucas do Rio Verde, Nova Marilândia e Campo Verde. Tais plantas passaram por ampliações.

“Com a ampliação da planta de Várzea Grande, eles poderão exportar um tipo de corte de frango. A indústria de Lucas será voltada exclusivamente para exportação para a Rússia. Serão investidos, no total, R$ 1,1 bilhão em três anos em Mato Grosso. Na ampliação de Várzea Grande, a ideia é investir R$ 80 milhões , enquanto em Nova Mutum serão R$ 100 milhões”, explicou Taques.

O governador informou que não há estimativa dos empregos que serão gerados no total, mas serão no mínimo 2 mil novas vagas. “A ideia é que, nesse período de ampliação das indústrias, as pessoas sejam qualificadas no Sistema S para poder trabalhar. Em Lucas do Rio Verde, por exemplo, não há um número suficiente de pessoas preparadas e eles estão trazendo de outros estados”, observou.

Pedro Taques explicou que, para viabilizar o investimento da multinacional, foi preciso agilizar a burocracia e priorizar a empresa na liberação de licenças ambientais. “Um investimento como esse tem que ter prioridade na Sema (Secretaria de Estado de Meio Ambiente). A licença da Brasil Foods estava parada na Sema desde 2013 e nós destravamos isso”, relatou.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • manoel
    25 Ago 2015 às 13:30

    ao governador. eu e os meus irmaos abrimos uma empresa a alguns anos atraz mas nao deu certo tivemos prejuizos para como ficou alguns impostos a recolher nao conseguimos dar baixa na empresa hoje eu sou motorista de caminhao, meu irmao e pescador ea minha irma trabalha em uma usina de alcool no interior do estado, e a sefaz culculou jurus altos e hoje nos cobra uma divida de 27,000,00 sei que e lei e tem que comprir, mas eu creio cada caso e um caso teria quer ser visto. eu acho que a forma de o governo restaurar a contas nao e essa.

  • Tania
    11 Jul 2015 às 16:53

    Tudo isso é uma grande mentira:no estado do MT tem pessoas qualificadas e muito bem pra trabalhar nas empresas da brf,mas,cujas empresas preferem trazer pessoas de outros estados só para pagarem um salário mizeravel e não investir nos mato grossenses.

  • Sergio Silva
    10 Jul 2015 às 08:45

    Governador cuidado para não sair anunciando obras que já existe, olha o mico que teve ao anunciar que a assembléia iria doar 30 milhões de um dinheiro que ainda vai entrar e se sobrar ,,,sobrarrrr,,,,calama pedro, não se preocupe em governar para a mídia, governe para o povo.

  • 10 Jul 2015 às 07:39

    Lucas do Rio Verde já possui uma planta da BRF! Vai ampliar e isso né? Nova Marilândia tem o frigorifico de aves da União Avicola será toda da BRF? Alguém sabe.

  • Paulo Prato Cheio
    10 Jul 2015 às 01:09

    Interessante... A licença estava parada e ELE destravou???kkkk isso é uma piada... As outras empresas e comercio de MT não são merecedoras de agilidade e muito menos de incentivo. INCLUSIVE se quisermos receber o devido, somos obrigados a aceitar as condições dele... com isso minha empresa esta devendo ICMS, FGTS, IMPOSTOS e etc... e os funcionarios é claro...q todos entraram com ação trabalhista. Se um dia o GOVERNO interessar pagar... já estou quebrado mesmo... Acho que vou trabalhar na BRF...

  • carlos maia
    09 Jul 2015 às 23:53

    Já que é tão bom em destravar licença ambientais, faça isso tambem nas obras do VLT, destrava essas obras, nem que precise mudar o nome da obra, ou colocar sua plaquinha e tambem não esquece a saúde, a educação e emprego.......só isso pedro

  • Roseli da Silva Senhorinho
    09 Jul 2015 às 22:11

    Por isso nunca deixei de orar pelaBRF porque merece o melhor de Deus!

  • Roseli da Silva Senhorinho
    09 Jul 2015 às 22:11

    Por isso nunca deixei de orar pelaBRF porque merece o melhor de Deus!

  • alex
    09 Jul 2015 às 21:23

    Barra do Garças está precisando desses investimentos também que o nortão recebeu excelentíssimo Governador e o vale dos esquecidos.

  • De Nova Marilandia
    09 Jul 2015 às 21:21

    Tem alguém equivocado nesta matéria. Aqui em Nova Marilandia já temos instalada há anos a BRFOODS, de forma que já está circulando o comentários que a empresa está falida e já está quase fechando. Na realidade já mandaram um bocado de gente para o olho da rua no começo do ano! Olhar Direto pode conferir "In Loco".

Sitevip Internet