Olhar Agro & Negócios

Segunda-feira, 22 de abril de 2024

Notícias | Logística

ALERTA

Trânsito na BR-163 deve ser parado para transporte de rotor da UHE Teles Pires

Foto: Assessoria UHE Teles Pires

Trânsito na BR-163 deve ser parado para transporte de rotor da UHE Teles Pires
O trânsito nos próximos dias na BR-163 pode vir a ser paralisado para o transporte do primeiro rotor para a Usina Hidrelétrica (UHE) Teles Pires. A necessidade de parar o trânsito na BR-163 é decorrente ao equipamento possui sei metros de altura e nove de diâmetro e ainda pesar 270 toneladas. A previsão é que o rotor leve 35 dias para chegar até Paranaíta, região Norte de Mato Grosso, na fronteira com o Pará. Estima-se que a peça tenha passado por Cuiabá no sábado (17).

A logística mato-grossense é hoje realizada cerca de 70% através do modal rodoviário, fato este que irá impactar no transporte de cargas em geral a passagem do rotor.

Leia também
Construção de eclusas deve virar Lei e pode ser incluída no PAC via Ministério dos Transportes

Segundo informações da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), o caminhão que transportará o equipamento terá de andar em uma velocidade média de 15 km/h e ainda será escoltado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). A cada 30 km percorridos paradas obrigatórias serão realizadas.

Para chegar a Paranaíta, onde a Usina é construída, estima-se que ainda se leve 35 dias devido à velocidade. O rotor saiu da fábrica em Taubaté (SP) no mês de janeiro e seguiu até o porto de Santos, de onde por mar foi transportado para o porto de Montevidéu, no Uruguai. Ao chegar ao Uruguai foi embarcada em uma balsa pela Hidrovia Paraguai-Paraná até Cáceres, vindo para Cuiabá de caminhão pela BR-070. Na Capital mato-grossense a previsão é que o rotor chegasse por volta do meio-dia de sábado (17).

Conforme a Aprosoja-MT, serão 1,1 mil km entre Cuiabá e Paranaíta, impactando no trânsito, uma vez que o trajeto ocorre entre a BR-163 e MT-320, que estão em péssimas condições de trafegabilidade, em decorrência a falta de acostamento e pavimento, o que ainda irá dificultar ainda mais a liberação da pista para os demais caminhões, já que o caminhão que transporta o rotor deverá redobrar os cuidados.

A região da BR-163 é uma das maiores produtoras de soja e milho de Mato Grosso. Ela corta municípios do Médio-norte, como Sorriso, Sinop, Lucas do Rio Verde e Nova Mutum, e segue até o Pará. Somente na região Médio-norte de Mato Grosso na safra 2013/2014 de soja plantou mais de 3 milhões de hectares. Já o Norte do Estado 146,8 mil hectares, revela o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA).

Usina

A UHE Teles Pires é construída no Rio Teles Pires, afluente do rio Tapajós, fronteira dos estados do Pará e Mato Grosso, na fronteira dos municípios de Jacareacanga (PA) e Paranaíta (MT).

Sua potência instalada é de 1.820 megawatts, que são considerados suficiente para abastecer com energia elétrica uma população de 2,7 milhões de famílias.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet