Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Notícias / Pecuária

Volume do rebanho bovino em Mato Grosso volta aos patamares de 2012

Da Redação - Viviane Petroli

19 Dez 2014 - 15:30

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Volume do rebanho bovino em Mato Grosso volta aos patamares de 2012
Mato Grosso fechará 2014 com 28,6 milhões de cabeças de bovinos espalhadas por seus pastos. Após queda em 2013, quando atingiu 28,4 milhões de cabeças, o estado volta aos patamares de 2013 quando pelos pastos circulavam, também, 28,6 milhões de cabeças. Apesar do leve incremento de 1%, a retenção de matrizes não foi o suficiente para que Mato Grosso voltasse à marca de mais de 29 milhões de cabeças, como verificado em 2011.

O levantamento é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), realizado a pedido da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). Conforme o estudo, o resultado é decorrente a redução nos abates de matrizes em 2014.

Leia mais:
Retenção de fêmeas faz abates de bovinos reduzirem 14,1% no 3º trimestre em Mato Grosso
Demanda no final de ano deve elevar preço da carne bovina aos consumidores

Até novembro, de acordo com o Boletim Semanal da Bovinocultura do Imea, divulgado nesta sexta-feira (19), até novembro Mato Grosso havia abatido 5,052 milhões de cabeçadas de gado, volume inferior as 5,558 milhões de cabeças abatidas em 2013 até o mês de novembro.

A média mensal de abates foi de 459,34 cabeças/mês, 8,69% a menos que as 503,04 cabeças em média o ano passado. A retenção de matrizes no pasto é constatada redução da taxa de representação de 45,78% nos abates em 2013 para 45,03% em 2014.

O superintendente da Acrimat, Luciano Vacari, comenta que essa melhora dos índices reprodutivos será um fator importantes na manutenção do rebanho bovino. Ele salienta, ainda, que isso prova que o pecuarista em Mato Grosso está atento aos momentos de cria e está investindo em sua atividade.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet