Olhar Agro & Negócios

Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Notícias / Logística

Aeroporto Marechal Rondon pode entrar na lista de próximos leilões de privatização

Da Redação - Viviane Petroli

31 Mar 2016 - 09:06

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Aeroporto Marechal Rondon pode entrar na lista de próximos leilões de privatização
O Aeroporto Internacional Marechal Rondon pode ser incluído na próxima rodada de leilões de privatização de aeroportos. A afirmação é do ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Na lista do próximo leilão de aeroportos, previsto para o primeiro semestre de 2016, estão os terminais de Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Salvador (BA) e Fortaleza (CE). Ainda segundo o ministro, no que tange as ferrovias, há estudos prontos para a Ferrogrão, que deverá ser colocada em audiência pública nas próximas semanas para a escolha do melhor modelo de concessão.

A expectativa do Governo Federal é realizar ainda no primeiro semestre de 2016 o leilão para concessão dos aeroportos de Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Salvador (BA) e Fortaleza (CE). O Executivo, segundo o ministro da Fazenda, já trabalha no edital para fazer os ajustes recomendados pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Leia mais:
Governo planeja leiloar em 2016 duas rodovias e uma ferrovia em Mato Grosso

Além destes quatro aeroportos, Nelson Barbosa, de acordo com publicação do Valor Econômico, outros terminais encontram-se com pedidos de lideranças políticas para futuras concessões. Entre eles, está o Aeroporto Internacional Marechal Rondon. Conforme Barbosa, é preciso antes de levar a leilão avaliar a situação da Infraero, que nos últimos anos tem visto sua receita cair diante a "perda", como destaca a publicação, de ativos para a iniciativa privada.

"Além do aeroporto de Cuiabá, também já há outros pedidos para concessões que podemos incluir na próxima rodada, até quatro aeroportos. Neste momento, estamos em processo de restruturação da Infraero e isso está sendo encarado dentro desse processo - de quais aeroportos continuam ou não com a Infraero", disse Nelson Barbosa, de acordo com o Valor Econômico.

Ferrogrão

Ainda de acordo com Nelson Barbosa, no que diz respeito à concessão de ferrovias para a iniciativa privada há estudos prontos da "Ferrogrão", que ligará Lucas do Rio Verde (MT) a Miritituba (PA). Ele afirma, também, que nas próximas semanas a ferrovia será colocada em audiência pública para a escolha do melhor modelo de concessão.

O ministro da Fazenda destaca que se encontra em discussão se o vencedor do trecho entre Lucas do Rio Verde e Miritituba será aquele que pedir menor tempo de concessão ou ofertar o maior pagamento de outorga à União.

Como o Agro Olhar já destacou, A "Ferrogrão" possui custo estimado em R$ 11,5 bilhões, dos quais 70% financiado pelo BNDES. O trecho é de 930 quilômetros e pode trazer para o agronegócio uma redução de aproximadamente 40% no frete. A proposta da ferrovia foi apresentada pela Amaggi, Cargill, Bunge e Louis Dreyfus no começo de 2014.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet