Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 24 de setembro de 2019

Notícias / Pecuária

Frigorífico de Paranatinga deve ser habilitado para exportar carne para os EUA nos próximos dias

Da Redação - Viviane Petroli

22 Set 2016 - 09:01

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Frigorífico de Paranatinga deve ser habilitado para exportar carne para os EUA nos próximos dias
Cinco plantas frigoríficas estão aptas já para exportar carne bovina para os Estados Unidos e outras duas devem ser habilitadas nos próximos dias. Entre os frigoríficos a receberam a permissão está o Marfrig de Paranatinga (380 km de Cuiabá).

O Brasil já embarcou duas cargas de carne bovina in natura para os Estados Unidos nos últimos dias. O produto saiu das unidades da Marfrig de Bataguassu e JBS localizada em Campo Grande, ambas unidades situadas no Mato Grosso do Sul.

Leia mais:
Embarques de carne bovina in natura para os EUA começam; Mato Grosso enviará em breve

Conforme o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, também estão aptas para enviar carne in natura para os Estados Unidos uma planta frigorífica localizada em Naviraí (MS), em Barretos (SP) e Palmeira de Goiás (GO).

O diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, José Luís Vargas, revela que nos próximos dias deverão receber o aval para embarcar carne para os Estados Unidos plantas em Paranatinga (MT) e Promissão (SP).

O Ministério revela que a planta de Paranatinga já foi indicada para habilitação e aguarda a homologação final para iniciar os embarques em breve.

“Novos pedidos de exportação vão depender da iniciativa privada, de acordo com a atratividade do mercado”, explica o diretor do Dipoa.

Vargas comenta ainda que o Brasil deverá ser ágil para ocupar boa parte da cota de importação norte-americana de 64 mil toneladas por ano, isenta de tarifa, que é dividida por alguns países.

As negociações entre Brasil e Estados Unidos para exportação de carne bovina levou mais de 17 anos para ser concretizada. Entre os cortes a serem embarcados está a picanha.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet