Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Notícias / Agronegócio

Mato Grosso tem R$ 219 mi em crédito rural aprovados; 372 empregos serão gerados

Da Redação - Viviane Petroli

19 Ago 2016 - 09:59

Foto: Viviane Petroli/Agro Olhar

Mato Grosso tem R$ 219 mi em crédito rural aprovados; 372 empregos serão gerados
Mato Grosso teve R$ 219 milhões aprovados em crédito rural para serem aplicados na aquisição de matrizes e equipamentos para irrigação e piscicultura em aproximadamente 20 municípios. O volume corresponde a 71 cartas consultadas aprovadas pela Câmara Técnica de Política Agrícola e Crédito Rural (CPACR), que juntas podem gerar 372 postos de trabalho.

Leia mais:
Câmara Agrícola aprova 108 cartas e investimentos rurais que somam R$ 219 milhões

As cartas consultadas foram aprovadas na última quarta-feira, segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec). Os projetos são voltados para a aquisição de matrizes, equipamentos e insumos agrícolas, correção de solo, irrigação e piscicultura, estes dois últimos são consideradas prioridades do estado.

Entre os municípios contemplados com a aprovação das 71 cartas consultas estão Cuiabá, Cáceres, Canarana, Juína, Vila Rica, Chapada dos Guimarães, Porto Espiridião, Acorizal, Colider, Alta Floresta, Tesouro, Querência, Sorriso, Juruena, Nova Ubiratã, Santo Antônio do Leverger, União do Sul, Paranatinga, Poconé, Mirassol D'Oeste, entre outros.

A estimativa é que sejam gerados com estes projetos 128 empregos diretos e 244 indiretos no Estado.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • severino
    20 Ago 2016 às 21:04

    Absurdo. A geração de emprego é ínfima ante o valor do investimento. Olha isso, Governador.

  • severinos
    20 Ago 2016 às 21:02

    Esqueceram de informar de onde provém o recurso. FCO ou Estado?

  • refem do agronegocio
    20 Ago 2016 às 09:15

    Já disse e repito, esse segmento não precisa de subsídios mais!!! Essa isenção do icms foi necessária no passado, chegou a hora de retribuir os investimentos feitos!!!

  • Cuiabano
    19 Ago 2016 às 12:27

    muito pouco emprego gerado pelo valor destinado...

  • Eduardo
    19 Ago 2016 às 11:30

    ....também conhecido como "Bolsa família" para empresários....

Sitevip Internet