Olhar Agro & Negócios

Domingo, 15 de setembro de 2019

Notícias / Pecuária

Preços atrativos na bovinocultura levam produção de leite recuar em Mato Grosso

Da Redação - Viviane Petroli

19 Jan 2016 - 11:49

Foto: Assessoria Empaer

Preços atrativos na bovinocultura levam produção de leite recuar em Mato Grosso
Os preços atrativos na bovinocultura de corte foram um dos fatores para a produção de leite em Mato Grosso recuar 14% em novembro em comparação ao mês em 2014 em plena safra. Tal atratividade levou produtores, principalmente de pequena escala, a desmanar os bezerros mais pesados e até mesmo encaminhar vacas para o abate.

Em novembro de 2015 foram captados em Mato Grosso 42 milhões de litros de leite, uma média diária de 1,36 milhão de litros.

Leia mais:
“A assistência técnica é apenas um dos problemas da agricultura familiar”, afirma Suelme

A baixa oferta de leite, além do fator atratividade de preços na bovinocultura de corte, em Mato Grosso é creditada, também, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), as condições climáticas desfavoráveis.

“Outro fator é o reflexo do mercado que está mais pressionado em termos de preços ao produtor em 2015, ao passo que os custos de produção estão altos”, pontua o Imea um terceiro fator para a situação da baixa produção.

Nas gondolas

Com a baixa oferta de leite, o produto e seus derivados nos supermercados registraram alta em novembro no comparativo com o mês em 2014 e outro. O leite UHT Integral, por exemplo, subiu 0,69% ante 2014 e 0,64% frente a outubro sendo encontrado em média a R$ 3,13 o litro.

No caso do leite UHT desnatado o aumento em comparação a 2014 foi de 5,19%. Em novembro de 2015 o preço encontrado era em média de R$ 3,04. O leite pasteurizado subiu 25,84% no confronto de novembro de 2015 com 2014. No penúltimo mês de 2015 era visto a R$ 2,24, valor este 5,66% superior a outubro.

Já o queijo muçarela era encontrado a R$ 30,39 o quilo em média, um aumento de 8,89% ante 2014 e 9,32% a outubro.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet