Olhar Direto

Sexta-feira, 04 de dezembro de 2020

Opinião

Transtornos Mentais e Criminalidade

Autor: Manoel Vicente de Barros

25 Ago 2020 - 08:00

No último mês você recebeu o vídeo do homem sendo agressivo e fazendo comentários inaceitáveis e acompanhou o crime bárbaro que chocou a sociedade

Esse parágrafo pode ser lido em qualquer mês nos últimos anos, estamos longe de torna-lo obsoleto.

Os comentários e interpretações: "ele tem alguma problema "  "esse homem é doente!" e outras variações são quases automáticas

Esses "diagnósticos" tem péssimas consequências para o acusado e pros que acusam.

O criminoso tem seu ato minorado, e se esconde em uma suposta doença, enquanto a sociedade joga para baixo do tapete debates e causas reais de criminalidade. 
Mais Vítimas que Criminosos

Rotular a pessoa de "doente mental" se tornou uma forma de expressar ultraje contra alguma atitude condenável, mas está longe de descrever a realidade. 

Acreditar que diagnósticos psiquiátricos acontecem em pessoas "loucas", "descontroladas" e perigosas é simplesmente falso. 

Pelo universo da psiquiatria, quem sofre dessas doenças têm mais chance de se tornar vítima do que cometer um crime violento.

Ter uma doença também não entrega salvo conduto para qualquer delito, existe um processo legal, perícias e medidas a serem cumpridos por quem os comete. 

Atos tem consequências, mesmo os inimputáveis.
E o nosso Diagnóstico?

Sugerir uma doença como causa de uma atrocidade nos desvia dos nossos urgentes diagnósticos e transtornos sociais.

Acesso a arma de fogo por menores de idade, relativização de abuso sexual, racismo, desigualdade social, falta de acesso à educação e de inteligência emocional.

Essas são questões bem mais amplas que aumentam a ocorrência de violência.

Elas merecem destaque nos grupos de amigos e familiares e ser alvo de análise.
Usar transtorno mental para justificar crimes pode aliviar a responsabilidade de um criminoso sem doença nenhuma e eximir uma sociedade adoecida de ser diagnosticada e evoluir.


Manoel Vicente de Barros é Psiquiatra em Cuiabá e atua no tratamento de Depressão e Ansiedade, CRM 8273, RQE 4866.
Sitevip Internet