Olhar Direto

Quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Opinião

Bioestimuladores: uma arma feroz contra o tempo


Há quem diga que não é possível parar nem voltar no tempo, porém a ciência já nos proporciona mecanismos para ao menos fazê-lo passar mais devagar quando o assunto são os efeitos colaterais do envelhecimento na pele e, até mesmo, rejuvenescer alguns anos e 'ganhar mais juventude' aumentando a produção de colágeno da pele, por meio dos bioestimuladores de colágenos, os queridinhos dentre os tratamentos estéticos do momento nos consultórios de biomedicina e dermatologia.

Os bioestimuladores de colágeno são substâncias utilizadas para estimular e aumentar a produção do colágeno que é responsável pela firmeza e sustentação da pele e que diminui com o passar dos anos. São substâncias injetáveis, que podem ser aplicadas no rosto e no corpo para melhorar a firmeza e textura da pele. São compatíveis com nosso organismo, e por isso, seu uso é muito seguro, desde que o procedimento seja realizado por profissional capacitado. Os resultados são bastante naturais e o procedimento é rápido, sem impedir a rotina do paciente de seguir.

O sucesso dos bioestimuladores se dá pelo efeito rejuvenescedor, natural e progressivo na pele. Além de apresentar resultados naturais, os efeitos duram em média de 12 a 18 meses na área aplicada.  O pico de ação é de 30 a 90 dias após a aplicação.

Como fonte estimuladora de colágeno é indicado não só para correção dos danos colaterais do tempo na pele, mas também preventivamente, o que tem mostrado a longo prazo um resultado retardatário incrível na contenção do envelhecimento.
 
Geici Rafaela é biomédica esteta em Cuiabá
Sitevip Internet